Canal GNT desiste de exibir documentário sobre João de Deus

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As centenas acusações de abuso sexual e estupro contra João de Deus pegaram a sociedade e a mídia de surpresa. Afinal, o médium era tão conceituado no Brasil e no mundo que tinha o respeito de celebridades, comunicadores e órgãos da imprensa.

Leia mais: Jornalista da Band volta a se pronunciar após polêmica declaração sobre João de Deus

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas após toda a polêmica avassaladora, ninguém mais quer ter seu nome relacionado com o do profissional. A saber há mais de 500 relatos sendo investigados pelo Ministério Público e a Polícia Civil atualmente

Xuxa Meneghel veio a público pedir desculpas por ter acreditado em João de Deus no passado. Ela chegou até a gravar um especial com ele para a Globo (que não foi ao ar).

Amaury Jr. também se manifestou em seu Instagram, dizendo que se arrependeu por ter dado espaço para o médium em seu programa na Band em janeiro deste ano.

Leia mais: Luciano Huck participa de programa do GNT e é bombardeado nas redes sociais

Agora é um canal de televisão que tomou medidas drásticas para tirar o “corpo fora” dessa turbulência. Trata-se do GNT, da Globosat, que estava preparando um documentário sobre João Teixeira de Faria, nome verdadeiro do acusado.

Segundo a colunista Patrícia Kogut, a emissora da TV paga teria comprado os direitos de “João de Deus: O silêncio é uma prece” para compor a programação em breve.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio