Campeãs de audiência: saiba quais foram as novelas mais vistas desde 2010

Publicado há 9 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Verdade seja dita, a década de 2010 começou em 2011 e terminará apenas no ano que vem. No entanto, a dezena influencia e confunde muito as pessoas, que vão pelo senso comum. De maneira que não é difícil ver quem considere que a década se iniciou em 2010 e, portanto, termina agora em dezembro. Seja como for, vamos ver quais foram as novelas mais vistas desde 2010, nos quatro horários de produções inéditas da Globo (18h, 19h, 21h e 23h). Ademais, as temporadas de Malhação também serão alvo de atenção. Bem como as produções exibidas pelo SBT, pela Record TV e pela Band. Embora neste caso elas sejam todas importadas, e quase todas da Turquia. Vamos a elas.

Aguinaldo Silva, João Emanuel Carneiro e Walcyr Carrasco

Griselda de Fina Estampa (Divulgação/TV Globo)

Esses são os autores das três novelas mais vistas desde 2010 no horário das 21h da Globo. Na média geral, a campeã é Fina Estampa, de Aguinaldo, exibida em 2011/12, com 39 pontos. De modo que Avenida Brasil, de João Emanuel, que a sucedeu em 2012, por pouco não empatou com ela, ou superou-a. O atual cartaz do Vale a Pena Ver de Novo teve média geral de 38,7 pontos. A medalha de bronze vai para O Outro Lado do Paraíso (2017/18), de Walcyr, que alcançou 38,2 pontos de média geral.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Empreguetes e Chayzinha na liderança às 19h

Cida (Isabelle Drummond), Rosário (Leandra Leal) e Penha (Taís Araújo) de Cheias de Charme (Divulgação/TV Globo)

Escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, a atual Bom Sucesso, no ar desde julho e com encerramento previsto para janeiro, tem alcançado índices que a colocam entre as novelas mais vistas das 19h desde 2010. Falta um mês para o final, e até lá talvez a história protagonizada por Antonio Fagundes e Grazi Massafera chegue ao primeiro posto. No entanto, a liderança do horário nesse período segue com Cheias de Charme (2012), de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira. Seus 30,05 pontos de média geral a mantêm no primeiro lugar por ora, seguida de perto pelos 30 redondos de Morde & Assopra (2011), de Walcyr Carrasco. Caso arrendondemos os resultados, as duas novelas empatam na liderança. A segunda versão de Ti-ti-ti (2010/11), de Maria Adelaide Amaral, surge em terceiro com sua média geral de 29,5.

Às 18h na Globo, das novelas mais vistas desde 2010 a campeã é outra de Walcyr Carrasco

Candinho (Sérgio Guizé) e Policarpo em Êta Mundo Bom! (Divulgação/ TV Globo)

Nos últimos anos, não apenas Walcyr Carrasco fez um trabalho após outro, como também colecionou sucessos de audiência. De maneira que não causa surpresa ver uma obra sua também entre as mais vistas às 18h desde 2010. No caso, em 2016: Eta Mundo Bom!, que recentemente foi preterida em favor de Avenida Brasil no Vale a Pena Ver de Novo, foi o maior sucesso da faixa, com 27 pontos de média geral. Por sua vez, Cordel Encantado (2011), de Duca Rachid e Thelma Guedes, ficou na segunda colocação com média geral de 26 pontos. Escrito nas Estrelas (2010), de Elizabeth Jhin, vem em terceiro, com 25,5 pontos de média geral.

No horário das 23h da Globo, a campeã é uma novela que inicialmente seria exibida às 18h

Renato (Renato Góes) e Alice (Sophie Charlotte) de Os Dias Eram Assim (Divulgação/TV Globo)

Pois é. Entre as novelas das 23h da Globo, ou “superséries”, como passaram a ser chamadas em 2017, a campeã havia sido planejada em princípio para exibição às 18h. E foi justamente em 2017 que a emissora levou ao ar Os Dias Eram Assim, de Ângela Chaves e Alessandra Poggi. Com 21 pontos de média geral em São Paulo e 22 na medição do Rio de Janeiro, a estreia das duas autoras como titulares foi a mais vista da faixa, que exibiu apenas uma história por ano entre 2011 e 2018. No entanto, vale lembrar que a emissora exibiu Os Dias Eram Assim em algumas ocasiões na primeira faixa da linha de shows, às 22h, logo após a novela das 21h, o que costuma favorecer.

Das temporadas de Malhação, a mais assistida desde 2010 foi…

Elenco de Malhação – Viva a Diferença (Divulgação/TV Globo)

Viva a Diferença, exibida entre 2017 e 2018. Escrita por Cao Hamburger, essa temporada foi a mais vista de Malhação desde 2010, com 20,4 pontos de média geral. Daphne Bozaski, Heslaine Vieira, Ana Hikari, Gabriela Medvedovski e Manuela Aliperti protagonizaram a temporada, que rendeu outro projeto com as atrizes: a série As Five, do GloboPlay.

A saga de Moisés e do povo hebreu está entre as novelas mais vistas desde 2010

Aqui não há surpresa alguma, sem dúvida. Entre as novelas mais vistas desde 2010 na Record TV, Os Dez Mandamentos, de Vivian de Oliveira, foi a campeã, com média geral de 16 pontos. A grande campeã da emissora desde Prova de Amor (2005/06), de Tiago Santiago, a saber. Exibida em 2015, a novela obteve tanto sucesso que motivou a produção de uma “nova temporada”, que foi ao ar no começo do ano seguinte. O capítulo no qual Moisés (Guilherme Winter) abriu o Mar Vermelho para a passagem dos hebreus alcançou picos de audiência de 31 pontos, maior marca da emissora desde o desfecho de Vidas Opostas (2006/07), que marcou 29. Vale destacar também que a reprise de Os Dez Mandamentos exibida em 2017/18 chegou a ser o programa mais assistido da Record TV em diversas ocasiões.

Os alunos da Escola Mundial alavancaram o ibope do SBT

Novela Carrossel, do SBT (Divulgação/SBT)

Primeira novela do ciclo infantojuvenil do SBT, maior aposta da emissora em teledramaturgia desde os anos 2000, Carrossel (2012/13) mantém sua posição de líder entre as novelas mais vistas desde 2010 na emissora de Silvio Santos. Sua média geral na exibição inédita foi de 12,4 pontos. Além disso, a história da professora Helena (Rosanne Mulholland) e seus alunos na Escola Mundial também teve boa audiência em sua primeira reprise, exibida entre 2015 e 2016 na faixa seguinte à da apresentação original pouco antes. Os bons números levaram a emissora a manter o segundo horário noturno de novelas com reprises das infantojuvenis, ainda que bastante recentes.

No horário de dramaturgia da Band, história turca é a campeã

Beren Saat como a protagonista de Fatmagul (Divulgação / Band)

Nos últimos anos, a Band retomou um horário de dramaturgia, na faixa das 20h, e exibiu nele uma sequência de novelas turcas, iniciada com Mil e Uma Noites, em 2015. Embora a produção tenha chamado a atenção e atingido a média geral de 3,3 pontos, bastante satisfatória para um horário e uma emissora sem tradição no gênero, ela não foi a campeã desde 2010. O título cabe a outra produção da Turquia, Fatmagul – A Magia do Amor, transmitida por aqui em 2015/16, sucedendo a Mil e Uma Noites. Sua média geral foi de 3,5 pontos, apesar do início com índices mais baixos que os da antecessora.

No Vale a Pena Ver de Novo, uma “rerreprise” levou a melhor de 2010 para cá

Reprise bombou na audiência (Divulgação/TV Globo)

Em 2017, a Globo exibiu pela segunda vez no Vale a Pena Ver de Novo a novela Senhora do Destino, de Aguinaldo Silva. Sua exibição inédita ocorreu em 2004/05 e uma primeira reprise foi ao ar à tarde em 2009. Embora O Rei do Gado (1996/97) tenha ido muito bem no repeteco (também o segundo) de 2015, e Por Amor (1997/98) tenha conquistado audiência muito boa entre 2018 e 2019, igualmente numa segunda reprise na Globo, Senhora do Destino foi o cartaz mais assistido do Vale a Pena Ver de Novo de 2010 para cá. A média geral da reapresentação foi de 18 pontos. Só para ilustrar, a reprise de 2017 foi a mais longa da história da sessão, com 195 capítulos exibidos ao longo de nove meses. Por Amor e O Rei do Gado vêm na sequência, com 17,8 e 17,4 pontos de média geral, respectivamente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais