Câmera Record mostra que a crise fez dobrar o número de famílias despejadas

Programa traz o relato das famílias que sofrem com as remoções

Publicado em 17/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com um levantamento feito por pesquisadores de faculdades de São Paulo, 2.430 famílias foram removidas de suas casas na capital paulista em 2020 – o dobro do ano anterior. O Câmera Record deste domingo (18) conversa com pessoas que foram despejadas e, por causa da crise econômica, não conseguem pagar por uma moradia. 

Os repórteres também acompanharam a situação de prédios invadidos por famílias carentes. O programa registra a tensão durante uma reintegração de posse, com a presença da polícia. “A gente tenta sair da rua, mas parece que a rua não sai da gente“, diz Gracilaine Batista da Silva, uma das moradoras que deixou o local. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em um momento delicado para todos, como ir em busca de alternativas? “A pandemia pegou todo mundo de surpresa. Ninguém sabia o que fazer – locador, locatário, juiz, advogado… Ninguém sabia direito como lidar com essa crise“, diz Jaques Bushatsky, advogado e diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP. “As pessoas passaram a entender que precisavam conversar“, completa.  

Charlene Maia, 37 anos, que está grávida de 8 meses, é uma das vítimas de despejo. Os dias que deveriam ser de expectativa e alegria são de muita ansiedade: ela e o marido, Tiago, tiveram que deixar a casa em que moravam.

Ele perdeu o emprego durante a pandemia e o casal se viu sem condições de pagar o aluguel do imóvel – um valor mensal de R$ 550. “Sentimento de incompetência mesmo, sabe. Triste demais. Não só eu, tem muito brasileiro que está passando por essa situação“, diz Tiago.      

A vendedora ambulante Roberta de Lima teme um destino parecido. Ela é moradora de Heliópolis, uma das maiores comunidades de São Paulo, e não consegue encontrar um trabalho formal.

O proprietário do imóvel em que Roberta vive já entrou em contato sobre os aluguéis atrasados. “Eu já estou três meses atrasada e ele já falou para mim: ‘Ou você paga, ou você desocupa’“, ela diz.  

O Câmera Record vai ao ar aos domingos, às 23h15, na Record TV. A apresentação é de Marcos Hummel. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio