Câmera Record mostra a história do “Hulk brasileiro”

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Câmera Record deste domingo, 13/05, às 23h15, mostra a história de um jovem de 28 anos que transformou o próprio corpo inspirado num personagem dos quadrinhos: “o incrível Hulk”. “Até os meus 14 anos eu sofri muito, entendeu? Os moleques pegavam as menininhas, eu ficava no 0 a 0. Eu era feio e magro. Sofria muito preconceito no colégio e tinha um apelido que eu odiava. Eles me chamavam de “escorpião amarelo”, porque eu era magrelo e meio pálido. Eu odiava isso”, recorda.

Catorze anos depois, a história mudou, pelo menos no que diz respeito ao corpo dele. Romário dos Santos tem mais  60 cm de braço e  1,38 m de ombro. As medidas fazem jus ao apelido de “Hulk brasileiro”. O programa acompanhou o dia a dia deste personagem, na cidade de Caldas Novas, Goiás. E descobriu o modo como ele adquiriu os ‘superpoderes’. Romário recorreu a métodos, no mínimo polêmicos, para se transformar no que é hoje: injetou Synthol nos músculos, um composto feito por 85% de óleo, que, quando aplicado, promove um inchaço imediato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Conheça Berê, a filha da protagonista de Segundo Sol, próxima novela das 21h

A mudança radical no corpo impressionou a imprensa internacional. Romário foi destaque em um jornal inglês e participou de um programa de televisão na Rússia. As medidas fora do padrão dão muita dor de cabeça ao Hulk brasileiro. Ele não encontra roupa do tamanho ideal e ainda enfrenta dificuldades para arrumar emprego. “Já recebi vários convites para trabalhar de vigilante de empresa, de segurança em evento, só que tem que ter terno e não acho aqui na cidade para comprar”, lamenta.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio