Caio Paduan se inspirou em Leonardo DiCaprio para compor mocinho em O Outro Lado do Paraíso

Publicado há 3 anos
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A nossa dramaturgia está cheia de mocinhos e em O Outro Lado do Paraíso não será diferente. Bruno, personagem de Caio Paduan na novela, será perseguido pela mãe cruel, interpretada pela polivalente Eliane Giardini.

Para compor esse personagem em questão, o ator buscou algumas inspirações, entre elas, em Jack, personagem de Leonardo DiCaprio em Titanic.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu fui muito atrás dessa dignidade sem afrontar, do cara responsável e sério, sem bater de frente de forma violenta e mal-educada. Li livros de direito, porque é o ambiente dele. Fui atrás dos clássicos como Romeu e Julieta, assisti Titanic para ver o Jack (Leonardo Di Caprio) que é um mocinho moderno como o Bruno, para encontrar esse lugar. E precisei também voltar para os 20 anos, porque o personagem tem 20 anos, mas eu tenho 31. E dos 20 aos 30, a gente muda muito, eu mesmo sou outra pessoa. Tom de voz, eu subi um pouco para deixar ele mais inseguro quando estiver perto da Raquel, fiz coisas de ator maluco também. Busquei apoio de pé diferente do meu, porque alguém que cresceu em Palmas, usa muito mais bota, diferente de alguém que cresceu no Rio de Janeiro, ele anda de moto, gosta de ficar sozinho. Colocamos um pouquinho daqui e dali. Ele é desprendido com muita coisa, mas é bem vestido. A mãe sempre o arrumou muito, e ele continuou sendo muito arrumadinho na vida adulta. Coisa que o irmão, personagem do Arthur Aguiar, não é. Tem coisas que a gente vai criando”, revelou o ator, que tem tudo para roubar a cena na trama global.

Veja também: Caio Paduan define seu personagem em O Outro Lado do Paraíso: “Digno, educado e sensível”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio