Caio Paduan, o Bruno de O Outro Lado do Paraíso, avalia a novela: “Foi um belo recado contra o racismo”

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Caio Paduan tem motivo para comemorar depois do sucesso que fez como o Bruno, de O Outro Lado do Paraíso, da Globo. Ele termina a novela como um dos coadjuvantes mais queridos pelo público e com um papel fundamental na trama principal, envolvendo Clara (Bianca Bin) e Sophia (Marieta Severo).

Em entrevista ao jornal O Globo, o ator falou sobre o desenrolar de Bruno e Raquel (Erika Januza) juntos. Para ele, todo o sofrimento enfrentado ao longo da novela, deveria, sim, culminar em um final feliz. “Gostei muito [do final], pois a felicidade deles só seria verdadeira se ficassem juntos. Bruno é um apaixonado pelo trabalho, ama muito o que faz, mas o amor da sua vida é a Raquel. Se não terminasse a novela com ela, mesmo prendendo a Sophia da forma mais sensacional possível, não estaria completo”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Jornalista renomado é processado por assédio sexual

E ele continuou explicando: “A novela, além de entreter, tem uma função social. Foi um belo recado dado pelo Walcyr [Carrasco] e pelo Mauro [Mendonça] contra o racismo. É importante mostrar para a sociedade que isso é algo ultrapassado e violento. Recebi muitas mensagens sobre casais que tiveram essa dificuldade”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio