Bruno e Marrone relembram início da carreira. “33 anos cantando juntos é mais que uma parceria, é uma sociedade”

Publicado há 2 anos
Por Caio Ponciano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O programa Sensacional desta quinta-feira (11) exibiu uma entrevista exclusiva com a dupla sertaneja Bruno e Marrone. Durante a conversa com Daniela Albuquerque, os cantores relembraram a trajetória de mais de três décadas juntos e como surgiu o nome artístico de ambos.

Em março deste ano, Bruno e Marrone lançaram o álbum Studio Bar Live, que celebra os 25 anos do primeiro disco da dupla. Apesar disso, os cantores já estão trabalhando juntos há 33 anos e falaram sobre as virtudes de cada um. “A maior qualidade do Marrone eu acredito que seja a paciência. Ele é muito paciente para certas coisas, mas também muito impaciente para outras. É um cara meio inexplicável”, brincou Bruno.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na sequência, Marrone também rasgou elogios ao parceiro de palco. “A qualidade do Bruno é que ele é uma pessoa honesta e de caráter. 33 anos cantando juntos é mais que uma parceria, é uma sociedade”, revelou.

Os sertanejos falaram ainda sobre a escolha do nome da dupla. “Eu tinha 17 anos e era o Vinícius, e o Marrone o José Roberto”, revelou Bruno. “Lendo um livro em que comentavam sobre a personagem Kate Mahoney, gostei do nome e resolvi colocar”, completou Marrone.

Por fim, Bruno relembrou no Sensacional como conheceu Marrone. “Queria um cara legal para fazer segunda voz e cantar comigo. Pedi ao Leandro e ao Leonardo uma indicação. Dois meses depois, eles levaram o Marrone lá em casa. Ele era sanfoneiro, tinha o cabelo maior. Ele pegou a sanfona, eu peguei o violão e cantamos. Eu tenho um lado espiritual muito aflorado. Quando a gente começou a cantar juntos eu já pensei: ‘estourou’, antes mesmo de estourar”, declarou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio