Britto Jr. faz previsão sobre o futuro da TV caso Luciano Huck seja candidato à presidência

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O jornalista e ex-apresentador da Record TV, Britto Jr. usou seu Instagram neste domingo (11) para traçar um possível cenário da televisão brasileira, caso se confirmem os boatos sobre a candidatura de Luciano Huck à presidência nos próximos meses. Segundo Britto, a Globo não medirá esforços para colocar Rodrigo Faro no lugar do apresentador do Caldeirão do Huck.

Segundo ele, devido à ligação com Luciano, Angélica também perderia seu programa, e a Record TV como solução pela ausência de Faro, apostaria em deixar Geraldo Luís com um longo programa que ocupasse toda a tarde de domingo no canal.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Enquanto soam os tamborins na avenida, decisões importantes estão sendo tomadas no campo político. Afinal, este é um ano de eleições. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ciente das dificuldades de emplacar a candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tenta convencer de todo jeito o apresentador Luciano Huck a se lançar candidato à presidência da República. E o que poderá acontecer caso ele realmente tope? Na política, haverá mais um candidato com razoável chance de sucesso. Já na televisão brasileira serão abertos dois enormes buracos: tanto o programa de Huck quanto o de sua mulher, Angélica, deixarão de existir ao mesmo tempo. Por força da lei eleitoral, os sábados da Globo não poderiam mais ser ocupados por eles. E é neste ponto onde quero chegar! Acredito que o sucessor natural de ambos seja Rodrigo Faro, atualmente na Record. Podem estar certos de que a Globo não medirá esforços e cifras para tirá-lo de lá, mesmo tendo o apresentador acabado de renovar contrato”, iniciou ele.

Leia também: Chaves aparece na Globo e vira assunto na web

“Faro seria perfeitamente capaz de ocupar o posto de Huck, assumindo as tardes de sábado da principal emissora do país. Seria a sua grande chance, que ele vem aguardando há anos e merece. Mas, tudo dependerá de negociações e, principalmente, de uma decisão política: Luciano Huck aceita se candidatar, abrindo mão de tudo o que já conquistou na Globo ou prefere não arriscar? Já para a Record, a solução do problema seria simples, automática e com nome próprio: Geraldo Luís que, em vez de perder prestígio como tanto se comenta, teria o domingo inteiro para ele, preenchendo o espaço deixado por Faro. Por enquanto são apenas especulações baseadas na minha opinião pessoal, mas tudo faz o maior sentido. Eu torço para que isso aconteça, pois todos só tem a ganhar, inclusive eleitores e telespectadores. Novas opções são sempre bem vindas. A vida dá muitas voltas, não é mesmo?”, escreveu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio