Betty Faria revela que odiava o papel de viúva Porcina

"Eu achava ela de quinta, era uma pessoa detestável"

Publicado há 3 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na madrugada desta quarta-feira (15), Betty Faria participou do Conversa com Bial e fez algumas revelações sobre sua carreira. Ela acabou contando o motivo de ter recusado o papel de viúva Porcina em Roque Santeiro, trama escrita por Dias Gomes e Aguinaldo Silvia.

“Eu odiava a viúva Porcina, eu achava ela de quinta, era uma pessoa detestável. Ela hoje estaria naquele grupo que fica lá na frente do Palácio da Alvorada, de bandeira… Eu tinha implicância com ela”, revelou Betty, comparando a personagem com os apoiadores de Jair Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A situação que aconteceu, foi porque em 1975 quando a Globo começou a trabalhar na novela, Betty tinha o papel da personagem garantido e chegou a gravar alguns capítulos. Mas a trama acabou sendo censurada por conta da ditadura militar.

Anos depois, Boni desengavetou o projeto mas Betty recusou o papel. “Houve um motivo muito sofrido pra mim afetivamente porque quando eu gravei, o meu filho estava bebezinho, eu deixava com uma pessoa da minha confiança. A minha mãe ia lá pra casa, era uma violência deixar aquela criança e ir fazer a Porcina, que eu detestava”, contou Betty.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais