Benedito Ruy Barbosa comenta escalação de Alanis Guillen para Pantanal: “Indiquei outra atriz”

Neto do autor, Bruno Luperi é responsável pela adaptação

Publicado em 2/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo prossegue a todo vapor com os preparativos para Pantanal, seu principal projeto para o horário nobre entre este ano e o próximo. A versão original da trama foi produzida pela Manchete em 1990 e escrita por Benedito Ruy Barbosa, cujo neto, Bruno Luperi, será o responsável pela adaptação.

Sem mais envolvimento direto com o texto do remake, Benedito permanece recluso em seu sítio. “Estou exercendo minha vocação, que é ser vagabundo“, brinca ele, que está longe dos folhetins desde 2016, quando dividiu com a filha, Edmara Barbosa, e com o próprio Bruno a autoria de Velho Chico.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista à coluna da jornalista Patrícia Kogut no impresso O Globo, o criador de êxitos como Terra Nostra (1999) e O Rei do Gado (1996) falou sobre a escalação de Alanis Guillen para reviver Juma Marruá, personagem imortalizado pela interpretação de Cristiana Oliveira na produção da Manchete.

Juma Marruá é uma das melhores personagens femininas que escrevi. Tinha indicado a Vanessa Giácomo [para o papel na nova versão], mas a Globo decidiu fazer com outra atriz. Confio na escolha deles“, declarou o novelista, reafirmando a preferência pela atriz que revelou em Cabocla (2004).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio