Beiçola de A Grande Família, Marcos Oliveira diz que precisa de emprego para comprar remédios e resolve se arriscar na web

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conhecido por ter feito entre 2001 e 2014 o personagem Beiçola no seriado A Grande Família, que atualmente é reprisado pela TV Globo, Marcos Oliveira resolveu revelar por meio de uma rede social que está passando dificuldades por não estar trabalhando.

“Estou precisando de trabalho. Me ajudem. Eu só estou precisando comprar remédios, estou mal de cama”, escreveu o astro no Facebook. A postagem logo viralizou, com pessoas compartilhando e oferecendo ajuda.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O artista contou que só volta ao batente em dezembro, quando gravará a série O Dono do Lar, do Multishow, e que até lá precisa de um emprego para se manter. Em entrevista ao jornal Extra, ele revelou o que pretende fazer.

“Eu estou tentando fazer uma personagem e colocar no Instagram, ou no Youtube. Gosto dessa parte de criação. Mas ainda não sei como fazer. E sei lá se vai rolar grana”, contou o ator, informando ainda que teve ajuda de um amigo neste mês.

Dificuldades

“Não é fácil encarar a vida vivendo de esmola dos outros. Não tenho família para me sustentar, não tenho ninguém, sou solto no mundo. Eu preciso entre R$ 8 mil e R$ 10 mil reais”, falou o famoso, que ainda possui uma dívida com banco.

Com relação ao montante que ganhou durante os anos que trabalhou no seriado, Marcos explica que gastou muito com a saúde. “Vim ao mundo para carregar pedra e para rir. Não sei sofrer. Tenho que aprender a me administrar melhor. Nunca fui um empreendedor”, avaliou.

“Eu preciso mudar de casa e do meu padrão de vida. Tenho que ter uma vida mais barata. E quando eu falo de emprego, pode ser qualquer papel, até se for para entrar em cena e dizer ‘aqui está a carta’ e sair. Faço com a maior dignidade. Às vezes me sinto desvalorizado. Mas vai dar certo, tenho fé. Sou budista, rezo, isso me dá tranquilidade”, concluiu Oliveira.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais