BBB19: Elana sente falta de seu prato preferido durante confinamento, “Eu quero cuscuz!”

Publicado há 2 anos
Por Nayara Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elana lembra que comia cuscuz todos os dias antes do confinamento. Durante jantar de quinta feira (17), Rízia e a piauiense conversaram e aproveitaram para lembrar as melhores combinações com o prato.

Leia mais: BBB19: Isabella se irrita com desabafo de Rodrigo sobre ronco “Incomodados que se retirem”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elana pede: “Eu quero cuscuz”, fez apelo olhando para a câmera. Rízia fala sobre combinação que gosta. “Eu quero com ovo… É muito bom”, completou. Elana revela que pelas manhãs comer pão não era o que mais a satisfazia. “Comer pão meu amor? Quando dá nove horas da manhã eu já ‘to’ ‘comendo as paredes’”, brinca a sister.

Veja mais: BBB19: Rodrigo se defende de acusações de ronco “Eu não queria”

Tereza ouviu a conversa e pediu por farofa. “Manda ‘farofa’ pra gente!”, brincou a psicanalista. Maycon sentou na mesa para jantar em seguida e a câmera mudou para o banheiro onde estava Diego.

BBB19: Participantes acreditam que com ‘superparedão’ terão menos chances de eliminação

Durante programa ao vivo, nesta quinta feira (17) Thiago Leifert conversou sobre paredão com os confinados. Participantes receberam positivamente o paredão. Confinados acreditam que assim, terão menos chances de saírem do reality.

“Vai depender do público” diz Rodrigo, outros Brothers concordam, “Um paredão de 14 pessoas é melhor do que um de uma duas ou três”. “Sim menos chance de sair”, completa Rodrigo.

Brothers pensam em estratégia para não sair. “Vamos formar uns casais na festa”, brinca Carol. Isabella, Carol e Diego conversaram na cozinha. Diego dispara quem ele acredita que vai sair. “Acho que uma das pessoas do nosso carro sai”. Carol questiona a afirmação do colega de confinamento. “O que tem haver com a prova de ontem?”, perguntou.

Carol deu opinião sobre perfil de quem deve permanecer na casa. “Quem ‘ta’ interagindo, quem ‘ta’ trocando ideia…”, opinou a sister. O problema é que ‘ta’ todo mundo fazendo isso”, rebateu Paula. “Acho que ‘to’ uma planta lá fora”, completou a Bacharel em direito.

Para Diego o gosto do público é imprevisível. ”A coisa mais difícil da casa é estar em contato com  todo mudo todo tempo. Tem pessoas que a gente conversa mais, é automático isso”, conclui.

+ ACOMPANHE TUDO SOBRE O BIG BROTHER BRASIL 19

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais