Bataclã e parte da cidade cenográfica de Gabriela ainda existem nos Estúdios Globo

Releitura de 2012 foi em comemoração ao centenário de Jorge Amado

Publicado em 16/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Intérprete de Mundinho Falcão no remake de Gabriela, produzido em 2012 pela TV Globo, o ator Mateus Solano revelou ao publico e seus seguidores do Instagram que parte daquela que um dia foi a cidade cenográfica da novela assinada por Walcyr Carrasco ainda existe nos Estúdios Globo (Projac), no Rio de Janeiro.

Em publicação na rede social, ele que atualmente grava Quanto Mais Vida Melhor, a nova novela das 19 horas, registrou o momento em que passava pelo local. “Passeando pelo Projac, estou naquela que foi a cidade cenográfica de Gabriela. Aqui era a praça. Ali era o Bataclã. A natureza tomou conta de tudo“, contou ele sobre o lugar, agora tomado por mato e plantas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O folhetim protagonizado em sua versão original por Sônia BragaArmando Bógus e José Wilker, era ambientada na Bahia dos anos 1920 e ganhou a releitura em comemoração do centenário de Jorge Amado, escritor do livro que inspirou a série original – Gabriela, Cravo e Canela.

A Gabriela de Walcyr Carrasco teve direção geral de Mauro Mendonça Filho e direção de núcleo de Roberto Talma e foi a sendo a segunda “novela das onze” a ser exibida pela emissora, substituindo O Astro. a Globo decidiu continuar apostando no horário das 23 horas, com releituras de tramas antigas.

A emissora, na verdade, pretendia fazer um remake de Dona Flor e Seus Dois Maridos. Porém, questões envolvendo autorais barraram a produção e Gabriela acabou vingando em seu lugar.

Além das gravações nos Estúdios Globo, muitas cenas também foram gravadas nas cidades de São Raimundo Nonato e Caracol, no estado do Piauí e Canavieiras, na Bahia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio