Band faz acordo trabalhista com Bolinha do Pânico e pagará R$ 134 mil para humorista

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor e humorista do extinto programa Pânico, Marcelo Picon dos Santos Gancho, mais conhecido como Bolinha, entrou em acordo trabalhista com a Band em um processo que movia na Justiça do Trabalho de São Paulo contra a emissora paulista. A Band vai pagar R$ 134 mil para o produtor. Com isso, o processo foi extinto pela Justiça.

Segundo os autos do processo, aos quais o Observatório da Televisão teve acesso, a Band alegou que contratou Bolinha para os serviços de “consultoria especializada, realização de programas, cessão de direitos autorais, de criação, uso e exploração de imagem e voz e outras avenças” em fevereiro de 2012. O contrato foi rescindido em fevereiro de 2018, assim que o Pânico saiu da Band.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, os representantes do humorista Bolinha relataram nos autos que foi firmado acordo entre Band e o humorista no Centro Especializado na Solução Alternativa de Conflito (Cejusc). O acordo foi homologado judicialmente e a Band pagará em juízo a quantia de 134 mil reais para o produtor e apresentador.

Com isso, a juíza do Trabalho substituta Mariza Santos da Costa, da 57ª Vara do Trabalho de São Paulo, homologou a extinção do processo pelo prévio acordo feito entre as partes. No entanto, as partes podem pedir anulação do acordo na Justiça Comum, caso se sintam ofendidos ou acharem o valor injusto.

Vale lembrar que o Marcelo Picon não é o único ex-membro do Pânico na Band a processar a emissora paulista. Alan Rapp, diretor do programa entre 2012 e 2017, está processo a emissora. Ele pede indenização de R$ 1,6 milhão e argumenta até ter sofrido assédio moral dentro da Band.

Relembre a trajetória do Pânico na Band, onde Bolinha trabalhou

O Pânico na Band ficou no ar entre 2012 e 2017 nos domingos da emissora, depois de fazer sucesso entre 2003 e 2011 na RedeTV!.

Começou marcando bons índices de audiência, mas começou a perder sistematicamente para o Encrenca, da RedeTV!, a partir de 2015.

Contudo, com a crise financeira da Band e a falta de Ibope, além do desgate natural das piadas, o programa foi extinto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio