Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Ana Lúcia

Baiana do Show do Milhão relembra processo contra o SBT: “Não existia resposta certa”

Ela participou da atração no ano 2000

Publicado em 27/09/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, o Show do Milhão voltou a compor a programação do SBT e passou a ser apresentado por Celso Portiolli. A atração fez sucesso entre o final dos anos 90 e o inicio da década seguinte, com Silvio Santos no comando.

Muitos passaram pelo palco do programa, mas não quiseram arriscar tudo na última pergunta. Em 2000, a baiana Ana Lúcia Serbeto, de Salvador, havia conquistado R$ 500 mil. Se errasse a pergunta final, voltaria para casa com R$ 300 pela presença.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Contudo, Ana Lúcia colocou o SBT na justiça porque a pergunta não tinha resposta certa. “A Constituição reconhece direitos aos índios de quanto do território brasileiro?“, indagou o apresentador. Cinco anos depois, ela foi indenizada.

Não existia uma resposta certa. Se eu chutasse alguma coisa e errasse, perderia os R$ 500 mil. Eu sabia que tudo o que dissesse era errado pela Constituição. O primeiro a me dizer isso foi o meu pai, que era advogado como eu”, lembrou ela em entrevista ao UOL.

Além da indenização que recebeu com o processo, ela diz ter investido o valor do prêmio. “Dinheiro nunca é demais“, afirmou. Depois do programa, ela voltou para Salvador e precisou lidar com a fama. “Na época, foi muito chato ficarem me perguntando se eu era a baiana do ‘Show do Milhão’ toda vez que eu saía. Demorou muito para me esquecerem”, ponderou.

Vale lembrar que resposta considerada certa pela produção havia sido extraída da enciclopédia Barsa, e não da Constituição como dizia a pergunta. Os advogados de Ana Lúcia pediram uma indenização de R$ 500 mil. A empresa BF Utilidades Domésticas, pertencente ao Grupo Silvio Santos, e responsável pelos pagamentos, alegou que a condenação era descabida.

Assim, o STJ decidiu por reduzir o valor da indenização para R$ 125 mil, o que lhe rendeu um prêmio total de R$ 625 mil somando com a indenização.

Relembre um trecho da participação de Ana Lúcia:

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....