Autores transformam Raquel em vilã ambiciosa e ardilosa em Gênesis

A segunda filha de Labão é vivida por Thaís Melchior

Publicado em 9/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A sexta fase de Gênesis começou na última quarta (7) dando início à trajetória de Jacó (Miguel Coelho), que passará por uma série de conflitos e provações nos próximos capítulos da trama. Após ser ameaçado de morte pelo próprio irmão, Esaú (Cirillo Luna), o rapaz parte para a casa de seu tio, Labão (Heitor Martinez) e logo se encanta por Raquel (Thaís Melchior).

A clássica história bíblica revela que Jacó encontra Raquel à beira de um poço e logo fica enfeitiçado por sua beleza. Seguindo as ordens dos pais, o bom moço escolhe a segunda filha de Labão para ser sua esposa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas, para que a união aconteça, Labão exige que Jacó o sirva por sete anos. O filho de Rebeca (Martha Mellinger) aceita, porém é enganado e sua esposa se torna Lia (Michelle Batista), a primeira filha de seu tio. Para ter Raquel, ele precisa trabalhar por mais sete anos.

Se o relato clássico tem ares de um amor forte e impossível, na trama da Record TV parece que os papéis serão invertidos. Logo nas primeiras cenas, o público percebeu que Raquel é retratada como uma moça ardilosa, ambiciosa e vingativa.

A personagem de Thaís Melchior não mede esforços para conseguir o que quer. Já se envolveu com jogos de dados, não gosta de trabalhar e ficou interessada na fortuna de Isaque (Henrique Pagnoncelli). Além disso, ficou clara sua diferença para Lia, vista como uma moça de bom coração, empática e graciosa.

Pelo que consta, a estratégia dos autores é usar a conhecida narrativa do triângulo amoroso em que irmãs disputam o amor do mesmo rapaz. Por isso, foi necessário estabelecer um contraste no perfil das moças para que o público possa torcer para uma ou para outra.

Voltando à história contada na Bíblia, após se casar com Jacó, Raquel tem dificuldade para engravidar. Lia, por sua vez, é uma mulher fértil. Talvez essa seja uma forma de punição para a vilã, que deve aprontar muito na trama até lá, sobretudo para afastar Jacó de sua irmã.

Nas redes sociais, muitos telespectadores estão reclamando do modo como Raquel é retratada em Gênesis. O que se vê, inclusive, são diversas comparações da personagem de Gênesis com a da minissérie José do Egito, exibida em 2013. Na ocasião, Raquel foi vivida pela atriz Mylla Christie.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio