Autora de Um Lugar ao Sol revela pânico ao estrear no horário das 21h: “Difícil e desafiador”

Publicado em 04/11/2021 15:55
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (8), a TV Globo estreia Um Lugar ao Sol, trama das 21h de Lícia Manzo, autora de A Vida da Gente e Sete Vidas. A escritora falou sobre como foi ter uma produção aprovada para o principal horário da platinada.

“Quando eu terminei Sete Vidas, o Silvio de Abreu [na época diretor de Dramaturgia da Globo] já tinha me convidado. A minha primeira reação foi declinar. Eu realmente declinei. Eu tinha feito duas novelas das seis e falei: ‘Preciso ainda de chão’. É um negócio muito desafiador. Muita responsabilidade, muitas coisas envolvidas”, recordou a profissional no podcast Novela das 9, do Gshow.

“Depois eu apresentei uma outra sinopse, no começo de 2018. Já era dessa novela, mas eu não apresentei para nenhuma faixa. Escrevi uma sinopse do que podia ser a história e aí – a empresa se interessando ou não, aprovando ou não a história, e também mediante uma conversa – a gente veria para que horário se adequaria melhor. Aí o Silvio me escreveu: ‘Gostei muito, mas é uma novela das 9’”, falou Lícia.

“Eu não tinha mais como declinar, achei que ia ficar péssimo. Então, eu aceitei. Claro, eu fico lisonjeadíssima, pelo amor de Deus! Não é nenhum eventual esnobismo com isso, é apenas pânico. Apenas pânico! Eu falei: ‘Então tá, vamos!’. E cá estamos. Mas, para mim, é muito difícil e desafiador. Não é um negócio que eu faça tranquilamente”, concluiu Manzo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio