Autor de Pantanal faz desabafo sobre incêndios e promete: “Além do mero entretenimento”

Remake tem previsão de estreia para setembro de 2021

Publicado há um mês
Por Daniel Neblina
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O autor Bruno Luperi, responsável pela adaptação do texto da nova versão da novela Pantanal, fez um desabafo em seu perfil no Instagram sobre a triste situação enfrentada pelo bioma Pantanal. Desde meados de junho, incêndios ameaçam um dos ecossistemas de maior biodiversidade do planeta.

Luperi lamentou a situação e prometeu uma necessária reflexão para além do entretenimento. “É impossível deixar qualquer tema sobrepor a importância do que vem acontecendo neste exato momento no Pantanal“, escreveu o autor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O fogo já consumiu cerca de 16% do bioma pantaneiro do começo de setembro para cá. E isso é simplesmente assombroso. Assim como na versão original, essa adaptação visa lançar luz sobre questões e debates sensíveis para a sociedade ao longo da trama”, continuou Bruno Luperi.

Buscando além do mero entretenimento, propor, quem sabe, uma reflexão importante para o Brasil enquanto país. Tenho fé que atores, atrizes e músicos não estarão em extinção quando esse dia chegar, mas de nada adiantará tanto talento reunido se não houver Pantanal”, finalizou o dramaturgo.

A nova versão de Pantanal tem previsão de estreia para setembro de 2021 na Globo, substituindo Um Lugar ao Sol, de Lícia Manzo, que por sua vez vai ocupar o lugar de Amor de Mãe. Bruno Luperi é neto do autor da versão original, Benedito Ruy Barbosa, que fará a supervisão do remake.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais