Autor de Laços de Família teve a obra questionada e ficou chocado com chororô: “Coisa maluca!”

Manoel Carlos disse que amigos ligavam chorando por causa da novela

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Manoel Carlos, autor de Laços de Família, trama das 21h que foi ao ar pela primeira vez entre 2000 e 2001, revelou em entrevista ao livro Autores – Histórias da Teledramaturgia (2008), que ouviu questionamentos sobre o folhetim.

“Algumas pessoas me perguntavam: ‘Como você dará audiência falando sobre leucemia?’. Algumas pessoas da TV Globo e interlocutores interessados achavam que não poderia dar certo. Diziam: ‘Não será mórbido demais? Vai ser muito triste, na hora do jantar, ver uma menina que está em plena lua-de-mel, querendo viver, condenada pelo câncer’”, recordou o novelista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu falava: ‘Sei segurar isso’. Se o público acredita e se emociona com a história, ele aceita. As pessoas choravam muito com a novela. Era uma coisa maluca! Eu recebia telefonemas de amigos e de conhecidos, aos prantos! Às vezes a minha mulher saía da sala chorando”, contou Maneco.

Vale lembrar que o enredo do horário nobre é um dos maiores sucessos da carreira do autor. A produção teve média final de 44.9 pontos. Na atual reexibição, a produção costuma superar os números de Malhação Sonhos com facilidade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio