Audiência: O Sétimo Guardião atinge pior índice na véspera de ano novo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Sétimo Guardião já vinha atingindo baixos índices de audiência em relação às novelas anteriores da faixa das 21h. Mas na véspera de ano novo a derrocada foi ainda maior e inesperada para a Globo.

O folhetim escrito por Aguinaldo Silva com colaboração de Joana Jorge bateu seu recorde negativo no dia 31 de dezembro de 2018.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Audiência da TV (30/12): Domingo Show fecha ano na vice-liderança isolada

Claro que a data especial fez com que muitas pessoas deixassem a televisão de lado, porém, não era esperada uma queda tão grande como foi.

Afinal, a trama consegue uma média de 27 pontos de acordo com os dados consolidados na Grande São Paulo. E no Réveillon alcançou somente 15,2 pontos.

A saber, o público conquistado por O Sétimo Guardião neste dia foi pior até mesmo que A Lei do Amor, que assumia o posto de números negativos. Em 24 de dezembro de 2016, véspera natalina, esta novela obteve 15,3 pontos.

Leia mais: O Sétimo Guardião: Cássia fica desconfiada ao receber apoio de Machado em filme

O Sétimo Guardião: Eurico surpreende e decide passar a perna em Marilda e na irmandade

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Eurico (Dan Stulbach) vai procurar Valentina (Lilia Cabral) para propor um acordo. Ele quer lucrar na comercialização da água milagrosa de Serro Azul. Com isso, ele optará por trair a irmandade e, de quebra, a própria esposa. O prefeito exigirá que ela quebre o acordo com Marilda (Letícia Spiller) e lhe dê metade dos lucros. Confira.

“É por que vai me explicar tudo, não é mesmo? Sobre a irmandade, a ligação dela com a fonte, a relação de Gabriel com isso tudo, porque aquele gato enxerido tem no pelo uma marca igual à que meu filho tem nas costas… Vamos, abra o jogo, pode começar desde o começo”, falará Valentina ao aceitar receber Eurico.

Leia mais: O Sétimo Guardião: Júnior fica revoltado ao saber de liminar que impede desapropriação do casarão

“Eu faço isso com o maior prazer… Desde que você esqueça o trato dos 3% que fez com a Marilda e faça um novo acordo, agora comigo”, surpreenderá o prefeito. “Não me diga!”. “E vou logo avisando: Quero muito mais que ela!”. “E de quanto seria este seu “muito mais”?”, indagará a empresária.

“Pra não contar tudo sobre seus planos pro resto da irmandade, pra não acabar com seu projeto de comercializar a água da fonte e pra não ver você sair daqui, expulsa e com o rabo entre as pernas como já aconteceu antes… Eu quero 50% dos lucros. É pegar ou largar… E tem que decidir agora!”, concluirá Eurico, deixando Valentina surpresa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio