Associação de médicos defensores de tratamento precoce processam a Globo por matéria no Fantástico

Dominical condenou uso de hidroxicloroquina contra o coronavírus

Publicado em 24/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma matéria exibida em março deste ano pelo Fantástico vem causando algumas dores de cabeça à TV Globo. A Associação Médicos pela Vida, formada por profissionais da saúde que são favoráveis ao tratamento precoce contra a covid 19, entrou com um processo contra o canal carioca.

A agrupação exige direito de resposta por conta da matéria, que condenava o uso da hidroxicloroquina e de outros medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento e a profilaxia ao coronavírus – justamente o oposto do que defende a entidade, conforme manifesto publicado em fevereiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o jornalista Gabriel Vaquer, em sua coluna no portal Notícias da TV, o processo corre na 29ª Vara Cível de São Paulo em caráter de urgência. Além de um espaço para reafirmar sua posição médica na atração, os Médicos pela Vida pedem também o pagamento de R$ 10 mil pelo valor do processo.

O pedido de urgência para tramitação do processo foi negado pela juíza Daniela de Paula, responsável pelo caso. Até pelo fato de a Globo não haver citado nominalmente, em momento algum, a referida associação, a magistrada determinou que o caso seja conduzido segundo o rito comum.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio