Assim como Elas Por Elas, Globo fracassou com outros remakes e não conseguiu reverter situação

Publicado em 21/01/2024

As escolhas da Globo nem sempre são certeiras. Líder de audiência no Brasil, o remate de Elas Por Elas, diferente do que aconteceu com Pantanal, que foi sucesso de audiência e repercussão, já mostrou que não agradou o público e é considerado o maior fracasso dos últimos tempos. A trama das seis tem uma média geral de 14,7 pontos – bem inferior em relação às antecessoras.

Guerra dos Sexos
Guerra dos Sexos TV Globo Divulgação

De acordo com o site Resumo das Novelas Online, internamente, a Globo admite que errou feio com a escalação da atração na faixa das 18h. No entanto, essa não é a primeira vez que o canal comete esse deslize. Isso porque a emissora já se prejudicou no passado ao investir em alguns remakes e as produções acabaram tendo uma exibição desastrosa na TV. Conheça abaixo alguns exemplos das “furadas” da gigante da TV e tire suas próprias conclusões.

Em 2012, a Globo escolheu Guerra dos Sexos, sucesso de 1983, para uma nova adaptação. A emissora, então, investiu na escalação de excelentes atores para compor o time do folhetim de autoria de Silvio de Abreu, mas isso não foi o suficiente para a trama flopar amargamente. A história centrada na rivalidade entre os primos Charlotte ll de Alcântara Pereira Barreto, a Charlô (Irene Ravache), e Otávio ll de Alcântara Rodrigues e Silva (Tony Ramos) não agradou e bateu o menor índice do Ibope desde 2010.

Além da péssima audiência da trama no horário das sete, a crítica detonou a nova versão de Guerra dos Sexos devido ao humor totalmente obsoleto, o que explica, em parte, o fracasso do remake da obra clássica. Fechou com média geral de 22,78 pontos. Sua antecessora, Cheias de Charme, conquistou com uma média de incríveis 30,05 pontos.

Em 1998, Glória Perez foi autora do remake da novela Pecado Capital, que teve sua primeira versão em meados de 1975 na emissora. A obra, exibida no horário das 18h, não agradou e foi um fiasco para a época. Mesmo a novelista trazendo novos núcleos e personagens, a história protagonizada por Eduardo Moscovis saiu do ar sem deixar saudade.

A Globo intensificou as chamadas da novela para evitar a baixa de audiência, mas não obteve resultado. Para se ter uma ideia, o folhetim chegou a ter menos audiência que a reprise de O Rei do Gado no Vale a Pena Ver de Novo naquele momento. Por conta disso, o canal nunca quis reprisa-la e decidiu esquecê-la de vez.
Para celebrar os 30 anos de TV Globo em 1995, a emissora decidiu realizar o remake de Irmãos Coragem, cuja primeira versão foi produzida em 1970. Contudo, a obra, que contou com 155 capítulos, não agradou e fracassou no horário das seis. Na época, o canal chegou a promover algumas mudanças, trocou a direção da novela e multiplicou as chamadas da novela, mas a atitude foi em vão.

Para celebrar os 30 anos de TV Globo em 1995, a emissora decidiu realizar o remake de Irmãos Coragem, cuja primeira versão foi produzida em 1970. Contudo, a obra, que contou com 155 capítulos, não agradou e fracassou no horário das seis. Na época, o canal chegou a promover algumas mudanças, trocou a direção da novela e multiplicou as chamadas da novela, mas a atitude foi em vão.

Com isso, Elas Por Elas não está sozinha nesse time de fracassos. Apesar disso, a Globo sempre conseguiu dar a volta por cima logo em seguida, recuperando os índices de suas faixas dedicadas a novelas. Espera-se a mesma coisa após a atual novela das seis acabar. Para isso, a emissora carioca está trabalhando na nova trama, No Rancho Fundo (o mesmo autor de Mar do Sertão).


A nova novela não é um remake, mas chama atenção por conter personagens de Mar do Sertão. O autor, Mário Teixeira, ainda não deu detalhes sobre o folhetim, mas, de acordo com algumas notas, a trama se passará no sertão nordestino. Larissa Bocchino, Túlio Starling, Luisa Arraes, Alexandre Nero, Andréa Beltrão, Débora Bloch e Eduardo Moscovis estarão nos papéis principais. Leia mais sobre no Resumo de Novelas OnLine.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade