Assim como Caetana, relembre personagens de novelas queridos pelo público que morreram no final

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No próximo dia 11 de maio, irá ao ar na TV Globo o último capítulo de O Outro Lado do Paraíso, trama das 21h de Walcyr Carrasco, e Caetana (Laura Cardoso), personagem querida pelo público, irá falecer no encerramento do folhetim.

Não é a primeira vez que um novelista resolve matar um papel que era muito querido pelo público em sua produção. Relembre alguns casos que marcaram a vida dos telespectadores e os deixaram bem tristes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Relembre astros da TV que participaram de realities quando eram anônimos

Afonso Lambertini (Lima Duarte) – Da Cor do Pecado (2004)

Primeira novela de João Emanuel Carneiro, Da Cor do Pecado foi uma das maiores audiências do horário das 19h dos últimos anos e quem acompanhou o enredo lamentou a morte de Afonso Lambertini (Lima Duarte), pai do protagonista, Paco (Reynaldo Gianecchini).

Tony (Guilherme Weber), vilão da produção, atira contra Afonso no momento em que o empresário está acertando as contas com Paco, que havia fingindo durante anos que tinha falecido. Antes de morrer, o senhor faz as pazes com o herdeiro e diz que o perdoa.

Afonso (Lima Duarte) de Da Cor do Pecado (Divulgação/TV Globo)

Serena (Priscila Fantin) e Rafael (Eduardo Moscovis) – Alma Gêmea (2005)

Folhetim com temática espírita de Walcyr Carrasco e que no encerramento mostrou Rafael (Eduardo Moscovis), levando um tiro da vilã, Cristina (Flávia Alessandra), e morrendo ao mesmo tempo que Serena (Priscila Fantin), que teve um ataque do coração.

Após o falecimento dos personagens, o público acompanhou cenas nas quais eram vistas as outras vidas que o casal esteve junto. No fim, é exibida uma última encarnação, com Serena e Rafael agora crianças e nos tempos atuais.

Serena (Priscila Fantin) e Rafael (Eduardo Moscovis) de Alma Gêmea (Divulgação/TV Globo)

Dulce (Cássia Kis) – Morde & Assopra (2011)

Vendedora de cocadas, Dulce (Cássia Kis) economiza o máximo possível para conseguir enviar dinheiro para o filho, Guilherme (Klebber Toledo), que dizia estar estudando medicina, mas torrava o dinheiro da mãe na farra.

Após descobrir a verdade, Dulce passou a pensar mais em si e conseguiu transformar o filho num homem honesto. No fim da produção de Walcyr Carrasco, ela acaba adoecendo e falece em casa.

Dulce (Cassia Kis) de Morde & Assopra (Reprodução/TV Globo)

Comendador José Alfredo (Alexandre Nero) – Império (2014)

Muitos chegaram a duvidar que Aguinaldo Silva teria coragem de levar até o fim a ideia de matar o Comendador José Alfredo (Alexandre Nero), o protagonista de Império, no último capítulo da produção.

O novelista não só fez, como ainda criou uma situação forte: foi um tiro dado pelo próprio filho do personagem, José Pedro (Caio Blat), que causou o falecimento do empresário. Na época, uma revolta geral tomou conta nas redes sociais.

Comendador José Alfredo (Alexandre Nero) de Império (Divulgação/TV Globo)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio