Arianne Botelho raspa a cabeça para filme de Leandro Hassum na Netflix

A atriz fala de sua experiência neste novo trabalho

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (3), a Netflix lança o longa Tudo Bem no Natal que Vem, estrelado por Leandro Hassum. O filme conta com a participação da atriz Arianne Botelho, conhecida por seus trabalhos na Globo, como A Lei do Amor (2016) e Malhação: Vidas Brasileiras (2018). Ela vive Aninha na produção, uma jovem doce e muito apegada ao pai.

Para dar vida à personagem, a atriz passou por um desafio e tanto: despiu-se de sua vaidade e raspou a cabeça. Arianne explicou que a experiência foi transformadora. “Toda mulher deveria passar pelo menos uma vez na vida”, conta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Foi um experiência incrível! Foi como pular de bungee jump! Deu medo sim, mas depois que raspei, tive muitas sensações únicas. Também foi um processo forte de reencontro comigo mesma, de desconstrução com a minha vaidade e com quem eu sou de verdade. Sinto que amadureci muito nesse processo todo como mulher e também como atriz!”, avalia.

A equipe de produção do longa-metragem chegou até a produzir uma careca artificial para Arianne, mas a paulistana avisou que estava decidida a mudar o visual de verdade: “Quando raspei e me vi, eu chorei, mas de emoção. Eu me vi ali, não me perdi por causa do cabelo que foi embora. Eu me achei de verdade. É como se eu tivesse deixado uma parte minha para uma nova Arianne surgir, uma Arianne mulher, atriz. Foi um processo muito forte e especial em vários sentidos”, explica.

Arianne Botelho exibe cabeça raspada (divulgação)

Filme

O longa conta a história de Jorge (Leandro Hassum) um homem que odeia o Natal por ter nascido no dia 25 de dezembro. Após um acidente, ele passa a acordar apenas nas vésperas da data, sem lembrar do que viveu durante o ano inteiro. Arianne diz que está bastante ansiosa para a estreia do novo trabalho e conta como foi trabalhar com Leandro Hassum.

“Ele é um ator incrível, um parceiro de cena muito generoso, aberto a trocas, divertido. Tive trocas com ele em cena muito lindas e muito verdadeiras! Eu agradeço muito! O set era leve e divertido por causa dele“. A atriz não pode dar muitos detalhes da história, mas revela que sua personagem é peça fundamental para fazer Jorge (Leandro Hassum) repensar a própria vida dele com a família: “Vai ser um filme lindo, divertido e surpreendente!”, celebra.

Sobre os próximos projetos, a paulista conta que após um período complicado por conta da pandemia do coronavírus, o segmento está voltando aos poucos e já está fazendo testes para possíveis novos trabalho. Apesar de todos os pontos negativos da pandemia, Arianne tenta enxergar algo positivo para a cultura: “Acredito que muitas pessoas perceberam que se não fosse o audiovisual, o streaming e a televisão, estaríamos todos perdidos! As plataformas de streaming cresceram muito nessa pandemia! Não sei se todos têm essa consciência e espero do fundo da minha alma que sim! (risos)”.

Mas a jovem lamenta a visão equivocada e errada de alguns com relação aos artistas e a cultura: “Existe atualmente um preconceito infundado grande com artistas, que surgiu desse período caótico politico em que estamos vivendo e que não tem fundamento. Hoje você defender a cultura virou motivo para ser chamado de comunista! Isso é uma loucura! Espero de verdade que depois de tudo isso, nossa profissão e a cultura num modo geral seja mais reconhecida e valorizada”.

A atriz revela ainda que tem Fernanda Montenegro como uma das suas grandes inspirações: “Gostaria muito de poder trabalhar com ela em algum projeto”, e conta também seus anseios para o futuro: “Adoraria protagonizar alguma série de época e protagonizar um longa também”.

Com roteiro de Paulo Cursino e direção de Roberto Santucci, Tudo Bem no Natal que Vem estreia dia 03 de dezembro na Netflix. O elenco conta ainda com Danielle Winits, Elisa Pinheiro, Miguel Rômulo, Rodrigo Fagundes e Louise Cardoso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio