Apresentadora da GloboNews enfrenta vice-presidente Hamilton Mourão

Mandatário diz que não há racismo no Brasil

Publicado há 7 dias
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A apresentadora da GloboNews Aline Midlej, do Edição das 10h, se tornou assunto, nesta sexta-feira (20), ao rebater nas redes sociais uma fala do vice-presidente Hamilton Mourão. A jornalista, que é negra, se indignou ao ouvir do mandatário que não existe racismo no Brasil. Ele disparou isso durante uma entrevista à imprensa especializada.

“Não consigo localizar de onde vem tanta tranquilidade para o General Mourão conseguir dizer que não existe racismo no Brasil. Mas consigo, com tranquilidade, dizer que é de falas como essa que ele se alimenta e continua matando. Todos os dias. Sim, aqui, vice-presidente”, escreveu no Twitter, depois das falas de Mourão ganharem repercussão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Pra mim, no Brasil, não existe racismo. Isso é uma coisa que querem importar para o Brasil, não existe isso aqui. Eu digo pra você com toda tranquilidade, não tem racimo aqui. Digo isso porque eu morei dois anos nos EUA. Racismo tem lá. Lá o pessoal de cor ficava separado, sentava atrás no ônibus não na frente. Fiquei impressionado com isso, no final da década de 60”, afirmou.

E continuou: “O que você pode dizer é que aqui existe desigualdade. Temos brutal desigualdade. As pessoas mais pobres, com menos acesso, são gente de cor. Violência policial…naturalmente, os que estão em desvantagem social, vivem em área de favela, expostos ao crime organizado, infelizmente, são pessoas de cor. Essa é a realidade”.

A fala do vice-presidente foi dita no Dia da Consciência Negra, uma data marcada em 2020 pela indignação pela morte de José Alberto Silveira Freitas, brutalmente, assassinado por seguranças de uma unidade do Carrefour, na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio