Apresentador da Record TV é denunciado após atacar apoiador de Bolsonaro: “Preto, pobre e homossexual”

Jornalista é funcionária da afiliada cearense TV Cidade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um jornalista da TV Cidade, afiliada da Record TV no Ceará, foi denunciado por racismo e homofobia no fim desta semana, após recorrer a termos racistas e homofóbicos para criticar, na internet, um apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

Tudo começou com um comentário de José Filho, apresentador do programa Cidade 190, em uma imagem publicada no Instagram pela Revista Ceará. “Tanta bosta junta numa foto que travou o feed”, ironizou ele sobre a publicação, que mostrava Bolsonaro acompanhado por sua comitiva em recente passagem pelo estado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foi quando certo internauta, de nome Bruno Ferreira, rebateu a crítica de Filho no mesmo tom. “Compra um iPhone que dá certo“, sugeriu. “Preto, pobre e homossexual, que não respeita de onde veio e ainda defende quem odeia gente igual a ele“, contra-atacou o comunicador da TV Cidade.

De acordo com o jornalista Gabriel Perline, do portal Notícias da TV, Ferreira se sentiu ofendido com a resposta de José Filho e registrou ontem (sexta-feira, 26) um boletim de ocorrência contra o jornalista, a quem processará por racismo e homofobia.

Meu cliente chegou revoltado no meu escritório. Não esperamos esse tipo de comportamento de ninguém, muito menos de quem tem um poder de influência e um microfone aberto em uma grande emissora“, declarou o advogado de Ferreira, Helano Pontes, à referida publicação.

Nota de repúdio

Em virtude da repercussão do caso, a TV Cidade ordenou a leitura de um editorial na edição de hoje (sábado, 27) do programa Ceará No Ar.

Discordâncias e contrapontos compõem a sociedade desde os primórdios. Mas há algo sobre o qual o Grupo Cidade de Comunicação jamais abre mão: o respeito. Respeito a todas e a todos. Independente de raça, credo, ideologias, preferências, gostos e orientações“, declarou a apresentadora Adriana Dias.

E é por isso que o Grupo Cidade, através deste editorial, repudia com veemência toda e qualquer postura que vai na contramão do respeito à diversidade de pensamentos, comportamentos e manifestações. Não apoiamos nem aceitamos qualquer comportamento discriminatório. Porque o respeito à dignidade humana está acima de qualquer coisa“, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio