Apresentador da Record faz boletim de ocorrência após ser chamado de “evangélico”

Jornalista diz que foi expulso de carro por motorista ao gritos

Publicado há um mês
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma situação complicada aconteceu nesta sexta-feira (18), envolvendo o apresentador Fábio Ramalho, da Record. O jornalista decidiu registrar um boletim de ocorrência por intolerância religiosa, depois de ter sido chamado de evangélico, segundo o jornal O Dia.

A queixa à polícia foi feita contra um motorista de aplicativo que teria expulsado o moreno de seu carro aos gritos de “evangélico!”. Ramalho contou à publicação que solicitou um carro no app Uber para ir trabalhar. O profissional no volante pediu que ele aguardasse alguns minutos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem receber uma explicação, o jornalista disse que esperou e, após cinco minutos, informou ao prestador do serviço que iria cancelar a corrida. Neste momento, a confusão se armou, porque, segundo o relato, o homem não teria gostado da atitude e o expulsou gritando “evangélico”.

Fábio Ramalho, apresentador da Record (Reprodução)

Ramalho acredita que a atitude de intolerância tenha a ver com a Record, que é ligada à Igreja Universal. Ele não falou sobre sua religião com o motorista. “Isso mostra o preconceito que é visceral e que as pessoas só põem para fora em momentos assim. Até isso acontecer a gente acha que as pessoas não tem preconceito nenhum”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais