Apresentador britânico detona Bolsonaro: “Ser humano terrível”

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As eleições no Brasil estão chamando a atenção do mundo todo, inclusive do apresentador britânico John Oliver, que criticou Jair Bolsonaro abertamente em seu programa.

Como se sabe, ao final da apuração, está definido o segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante a edição do semanal Last Week Tonight with John Oliver, transmitido pela HBO, o âncora comentou a votação no país.

Leia mais: Record TV exibe entrevista com Jair Bolsonaro no mesmo horário do debate na Globo

Oliver começou sua fala conceituando o cenário aos espectadores.

“O motivo pelo qual quero falar sobre o Brasil hoje à noite é a enorme eleição de hoje, a primeira de dois turnos para eleger, entre outras coisas, um novo presidente”, explicou.

“O Brasil é a casa de 200 milhões de pessoas, é o quinto maior país do mundo e está prestes a passar por uma grande mudança. Os brasileiros estão muito bravos”, completou.

Depois, começou a ir a fundo em sua análise sobre o candidato do PSL.

“Muitos brasileiros querem uma mudança radical e isso nos leva ao homem que está a frente das pesquisas, Jair Bolsonaro. A melhor coisa que você pode dizer sobre ele é que não foi indiciado por uma investigação de corrupção — ainda”, pontuou.

John Oliver critica Jair Bolsonaro

De acordo com o apresentador, Bolsonaro apresenta uma ameaça ao país por ser um “ser humano terrível”.

“Ele é um ser humano terrível. É preocupante que os jovens estejam tão empolgados porque ele é um conservador de extrema direita”, comentou.

Em resumo, o apresentador ainda disse que o político flerta com a volta da ditadura.

“O Bolsonaro já disse no passado: ‘Eu sou a favor da ditadura’. O que é muito preocupante, já que ele é um capitão reformado do exército em um país que até 1987 foi governado por uma ditadura militar brutal”, disse.

Leia mais: Comentário de Faustão é visto na web como indireta para Bolsonaro

Diante disso, ele aproveitou para dar um recado aos brasileiros, bem como citar o famoso movimento “Ele Não”.

 “A questão é: o Bolsonaro não reflete o que há de melhor em vocês, Brasil. E, com alguma sorte, você ainda tem chance de votar #EleNão”.

Assista na íntegra:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio