Após indicar racismo reverso, Ana Maria se desculpa e diz que termo não existe

Apresentadora usou a expressão para criticar Lumena

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ana Maria iniciou seu programa desta terça-feira (02) pedindo desculpas e afirmou que cometeu um erro. Na edição de ontem (01), a apresentadora afirmou que Lumena, do BBB 21, praticava o “racismo reverso” ao se referir a branquitude de Carla Diaz e foi criticada pelos internautas.

Sempre que cometo um engano, eu gosto de assumir. Ontem, depois do programa, vi postagens nas redes sociais informando que fiz um comentário equivocado. Foi quando mostramos a Lumena falando com Fiuk sobre branquitude da Carla Diaz. Eu usei preconceito reverso, racismo reverso. E veio críticas e eu busquei a informação. Na maioria das vezes, neste assunto, somos desinformados“, iniciou ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E continuou: “E muito ativistas criticando o conceito de preconceito contra brancos, reforçando que a definição de racismo não se limita a cor da pele . Racismo é um sistema de opressão e para ter racismo, tem que ter poder. Negros não tem poder institucional para serem racistas contra brancos. Isso é reflexo da sociedade de lidar com essas lições. A gente vai debatendo e aprendendo”, disse.

Por fim, a apresentadora do Mais Você pediu desculpas novamente. “Não faz sentido usar essa expressão. Descobri uma coisa que não sabia. Peço desculpas e usamos a oportunidade para falar mais. Nunca fui racista em qualquer coisa, as pessoas tem que ser o que é e ter orgulho daquilo que é, seja qual for a decisão, a vida é sua. Mas com a outra pessoa a gente tem que ter o maior respeito. Eu não sabia, eu errei”, afirmou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio