Após confusão em jogo do Palmeiras, Felipão se irrita com jornalistas da Globo: “Vão para o inferno”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mesmo vencendo o Santos por 3 a 2, o Palmeiras sofreu uma desestabilização na noite deste sábado (03). Após o jogo, Felipão, técnico do clube, não gostou nada de algumas perguntas feitas por jornalistas da TV Globo.

Isso porque eles queriam entrevistar Deyverson, que protagonizou uma confusão depois que a partida acabou. Ao comemorar a vitória de seu time ainda em campo, o jogador provocou a ira de seus adversários e iniciou uma briga.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Globo: Eliminação do Palmeiras da Libertadores garante recorde de audiência

Os repórteres, claro, quiseram logo entrevistar o atacante para saber mais sobre o ocorrido. Porém, Felipão interrompeu os questionamentos de forma incisiva.

“Deu, deu! Sem entrevista, vão para o inferno”, disparou o técnico, sem paciência. Os profissionais de campo em questão eram da emissora carioca.

Felipão pediu então para que os jornalistas não procurassem mais Deyverson para entrevistas sobre o determinado caso.

“Como ele (Deyverson) já disse, ele tem um parafuso a menos na cabeça. Aí quando termina o jogo, quem vocês vão pegar primeiro? Pra vocês é ótimo, mas pra mim é um inferno, que depois tenho que ficar me justificando na CBF. Ou eu vou passar a cobrar ou multa, ou eu vou proibir de todos falarem por causa de um. Se vocês puderem me ajudar, tudo bem. Se não, eu vou tomar outra atitude”, explicou Felipão.

Leia mais: Globo anuncia patrocinadores do Futebol 2019 e da Fórmula 1

Ainda aos repórteres, o treinador do Palmeiras anunciou que irá adotar alguma medida caso eles insistam em fazer perguntas para Deyverson.

“Os jogadores dos outros times já estão querendo provocar o Deyverson e ele não se da conta que será o maior prejudicado. Os outros não vão ser, porque não tem o midiatismo que ele tem. Ou isso, ou vou tomar outra atitude. Acabou o assunto”, finalizou.

Leia mais: Após jogador do Palmeiras dedicar gol a Bolsonaro, Globo resolve não entrevistá-lo mais ao vivo

Entenda a confusão

Logo após o apito final, Deyverson aproveitou para sair comemorando o triunfo do Palmeiras, o que causou a irritação dos jogadores do Santos.

Revoltado, Gustavo Henrique, zagueiro do Santos, chutou a bola em direção ao oponente.

Criou-se então uma confusão generalizada no meio do campo, reunindo até mesmo os reservas de ambas as equipes.

A partir daí, o atacante do time alviverde precisou de ajuda para ser levado para fora do tumultuo. A comissão técnica o conduziu até o lado de fora, quando iniciaram as tentativas de entrevistá-lo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio