Após 20 anos, Roger Gobeth atuará novamente em Malhação

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conhecido por ter iniciado a carreira na TV em 1999 como o Touro de Malhação, Roger Gobeth atuará novamente na produção, dessa vez na temporada que terá o subtítulo Toda Forma de Amar.

Leia: Aisha Jambo fala sobre personagem que viveu em Malhação: “Sou muito grata a esse trabalho”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O famoso viverá um policial no folhetim, que será escrito por Emanuel Jacobina e que tem estreia prevista para abril, informou Patrícia Kogut. A saber, outros nomes estão escalados para a obra, como: Paloma Duarte, Mariana Santos e Tainá Müller.

Saiba mais: Christian Figueiredo fecha com a Globo para atuar em Malhação

Contudo, vale lembrar que Henri Castelli, que viveu o galã do folhetim teen entre 2002 e 2003, também foi reservado para a produção. O último trabalho do artista na teledramaturgia do canal foi como o Teodoro em Tempo de Amar (2017).

Márcio Kieling fala sobre época que atuou em Malhação: “Em qualquer lugar que eu vá lembram do Perereca”

A saber, longe das novelas desde que viveu o Adriano de Pega Pega (2017), Márcio Kieling falou sobre o Perereca, personagem que interpretou durante três temporadas de Malhação (1999/2001).

“Já tinha feito algumas participações em programas como Você Decide, Linha Direta, Sítio do Pica-pau Amarelo, mas foi com o Perereca que eu tive a oportunidade de conquistar o reconhecimento das pessoas nas ruas e engrenar de vez na profissão também”, relembrou o astro ao Gshow.

“Agradeço muito ao fato de poder ter atuado com atores maravilhosos, como Lilia Cabral, Othon Bastos, Nuno Leal Maia, entre outros. Aprendi muito, me deu uma base consistente e me ajudou a ter confiança no meu trabalho”, declarou o famoso, que afirma ser abordado com bastante frequência por causa do papel.

Outros papéis

“Em qualquer lugar que eu vá lembram do Perereca. Mas confesso que quando saí da Malhação e depois de ter feito duas novelas na Globo, Desejos de Mulher e Agora é Que São Elas, me incomodava as pessoas lembrarem do Perereca e não do Beto ou de Djalminha, que eu tinha feito respectivamente! Com o tempo e a maturidade eu superei essa fase”, contou o artista.

“Vi que é uma honra para um ator ser lembrado por algum personagem que tenha feito na carreira. O ator é feito de bons personagens. Se eles se tornam inesquecíveis, é porque foi bem feito. E eu posso me orgulhar do Perereca e do Zezé, do filme 2 Filhos de Francisco que são e lembrados até hoje. Se depois de 20 anos as pessoas ainda lembram e me chamam de Perereca, isso me leva a crer que eu fiz um bom trabalho!”, concluiu, enfim, Kieling.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais