Antigo maior salário d’A Praça É Nossa, Paulinho Gogó fez Carlos Alberto chorar em despedida: “Devo tudo a ele”

Maurício Manfrini deixou a atração após 16 anos para fazer cinema

Publicado em 28/12/2021 13:17
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foram 16 anos de parceira entre o ator e humorista Maurício Manfrini e Carlos Alberto de Nóbrega. Uma relação que foi além do banco de praça e se transformou numa grande amizade fora das luzes do estúdio. Em 2020, o intérprete de Paulinho Gogó recebeu um vantajoso convite de trabalho para fazer cinema, mas para aceitar precisou abrir mão do programa A Praça É Nossa, atração do SBT que o projetou como referência no humor a âmbito mundial.

O bastidor da saída de Maurício da Praça, entretanto, foi marcado por muita emoção e chocorô. Já era pandemia quando tudo aconteceu, contou Carlos Alberto em entrevista ao podcast Inteligência ltda, no YouTube. “De repente ele passou ser o maior salário de artistas. Era o Moacyr [Franco] e depois ele“, disse.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De Nóbrega ainda salientou que Manfrini, sempre que conquistou algo material, como a casa própria, por exemplo, ele o agradecia pela oportunidade que estava ganhando na clássica atração do canal de Silvio Santos.

De repente ele chegava e dizia: ‘Carlos Alberto, olha, comprei um apartamento, comprei um caminhão’…ele me beijava e abraça e dizia: eu devo a você”, relembrou o apresentador. “Ele foi no Japão fazer show, na Inglaterra, isso pra mim é de uma alegria.

O dia que ele foi embora eu falei isso a ele, já estava na pandemia e eu fugi para o sítio. Ele ligou para a minha mulher, só que estava no viva-voz, e ele disse: ‘Olha, Renata, não sei como falar, é uma proposta muito boa que vai resolver a minha vida, mas eu não quero perder a minha amizade com ele. Eu devo tudo a ele, eu consegui comprar isso e aquilo’. Ela disse: ‘Fala com ele, ele vai entender‘.

Depois ele me ligou e começou a falar e começou a chorar e eu também. E ele disse: ‘Carlos Alberto eu vou ganhar o que eu nunca sonhei na vida, vou fazer seis filmes, vou poder mandar meus filhos para os Estados Unios, como que você fica?’ Eu disse: ‘Eu fico como se um filho que saísse de um colégio daqui e fosse para a Harvard ser professor, é o que eu estou sentindo por você’. Mas estou feliz porque dei a chance dele crescer”, concluiu.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio