Anitta detona autoritarismo e alfineta políticos no poder: “pessoas reproduzem”

Artista brasileira entende que a política pode transformar a sociedade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora Anitta é o nome mais potente da música brasileira fora do país na atualidade. A artista canta em espanhol e em inglês e já se apresentou em países como Reino Unido, Espanha, Portugal, Argentina, México, Chile e, claro, Estados Unidos. Nesta semana, ela recebeu uma notícia que a deixou feliz.

Uma música da cantora foi selecionada para a playlist da posse do presidente eleito Joe Biden. Por conta disso, ela concedeu, na manhã desta quarta-feira (20), uma entrevista o Live CNN, da CNN Brasil, e falou da emoção de aparecer em um evento tão importante, depois de ser a única brasileira a cantar na Times Square, em Nova York.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Foi uma grande surpresa. Eu já comecei o meu ano com o pé direito, cantando no famosíssimo Ano Novo da Times Square. E, agora, com essa surpresa de saber que tem minha música na playlist da cerimônia de posse. Eu estou superanimada, feliz. Foi uma grande surpresa, agora, com muito mais esperança, o ano começando cheio de coisa boa”, disse ela, que está em Miami.

Anitta é entrevistada pela CNN Brasil (Reprodução/Globo)

Ela foi questionada sobre sua busca para entender mais sobre política e a importância de entender sobre. “Olha, a importância é que acaba mudando a vida de todo mundo. Acho que, por muito tempo, a gente teve um tipo de educação de achar que política é chata. Mas nós temos o poder de mudar”, avaliou.

E completou: “Isso representa muita mudança no comportamento, no social. Porque as pessoas acabam reproduzindo o comportamento do representante do país. E, quando a gente tem um autoritarismo tão forte, acaba que a sociedade se sente no direito de lidar assim uns com os outros”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio