Ângela Figueiredo: Marly de Brega & Chique faz leitura de solo sobre ditadura do Uruguai

Atriz faz par com Dennis Carvalho na novela em reprise no Canal Viva

Publicado há 3 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atualmente, os espectadores do Canal Viva podem acompanhar o trabalho da atriz Ângela Figueiredo na novela Brega & Chique, que vai ao ar às 14h30 e também à 0h45min. Na história escrita por Cassiano Gabus Mendes, ela interpretou Marly, que se envolve com o marceneiro Baltazar (Dennis Carvalho).

A atração anterior do canal no horário, Selva de Pedra (1986), de Janete Clair, também contou com Ângela Figueiredo no elenco. Aqui ela foi Beatriz, amiga de Simone (Fernanda Torres) em Nova York e que volta com a mocinha para o Brasil, onde Simone reencontraria o marido Cristiano (Tony Ramos).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Bruno Cavalcanti informa no Observatório do Teatro que a atriz deve levar para o ambiente online seu solo 1975, cuja trajetória fora interrompida há cerca de 100 dias pela pandemia de coronavírus. Ângela pretendia excursionar por diversas cidades paulistas com a peça.

Escrito e codirigido pela dramaturga uruguaia Sandra Massera, o texto trata da busca de uma mulher por seu irmão, desaparecido durante a sangrenta ditadura de Juan María Bordaberry. No Instagram do projeto Rede de Leituras, de Marcello Airoldi e Thiago Albanese, a atriz fará uma leitura do texto, às 20h desta sexta-feira (10).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais