André Fran, do Que Mundo É Esse?, fala sobre impressões ao gravar no Japão: “Um parque de diversões”

Apresentador ressalta avanço tecnológico do país asiático

Publicado há 4 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O apresentador do Que Mundo É Esse?, da GloboNews, André Fran falou sobre a nova temporada do programa, que conta com cinco episódios no Japão. Com exibição também no Globoplay, a atração mostra o início da pandemia no país, com passageiros confinados em um navio.

Além disso, traz os contrastes do país, que tem um avanço tecnológico invejável, mas mantém ainda tradições consideradas ultrapassadas. Para Fran, o país parece um parque de diversões. Ele também se espantou com a organização, os metrôs silenciosos e o povo respeitoso. Confira na entrevista abaixo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vocês desembarcaram no Japão no meio da situação envolvendo o cruzeiro Princess Diamond. Como foi vivenciar um caso tão marcante no meio de toda essa pandemia do coronavírus? 

Ainda não tinha sido decretada a pandemia, então, havia muita incerteza de como seria e qual dimensão ia ganhar essa história do coronavírus. Naquele momento, o Diamond Princess era o maior foco de contaminados pelo COVID-19, além de Wuhan, na China, que foi o epicentro de tudo.

A gente sabia que estar ali e chegar perto do navio era uma pauta muito importante, mas só depois tivemos a dimensão do que representava aquele navio e o início da pandemia global, que se agravou em seguida.

André Fran, Rodrigo Cebrian e Michel Coeli

O que mais chama sua atenção na cultura japonesa?

O mais me chama atenção é esse contraste de como eles são. Temos Tóquio, que é a maior metrópole do mundo, mas, ao mesmo tempo, é muito organizada, os metrôs são silenciosos e o povo é respeitoso.

Eles têm avanços tecnológicos impressionantes que ajudam a evitar catástrofes, mas parecem um parque de diversões de tão moderno. Paralelo a isso, os japoneses lidam com alguns assuntos de forma arcaica ainda, como a submissão das mulheres. É curioso pensar como esses contrastes representam tanto esse país. 

O que o telespectador pode esperar dessa nova temporada?

O que o telespectador poderá conferir nessa temporada no Japão é que terá muita coisa de vivência, de experimentação, de aventura, de surpresa para contar um pouco sobre as principais histórias que marcam o país atualmente. Tem muita coisa de informação e de entretenimento, que é bem a cara do ‘Que mundo é esse?’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais