André comenta sobre ser líder no No Limite: “Sempre gostei de ajudar”

Finalista comenta como se sentiu após jejum de vitórias

Publicado em 17/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

André Martinelli foi eleito o líder da Tribo Calango logo no início do No Limite Para ele, foi uma escolha natural, já que em momento algum ele se sentiu forçado a fazer ou desempenhar alguma função. Ele disse que sempre gostou de ajudar e incentivar pessoas, por isso foi escolhido.

Em entrevista, ele revelou que: “Acabaram me elegendo dessa forma porque sempre gostei de ajudar quem está por perto e acabei dando ideias que foram úteis. Não me sentia melhor que ninguém por isso, pelo contrário, sentia que tinha mais responsabilidades. Mas foi bem leve, conseguimos essas duas vitórias. Acabou sendo uma honra para mim essa oportunidade”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Convivendo com a Tribo Calango, André também contou qual foi o momento mais importante para ele dentro do programa: “Uma vitória muito importante para mim foi na prova que eu quebrava os jarros. Logo no começo, já desempenhei uma atividade principal e fui super bem. Isso me deu uma energia importante”.

Ele também relembrou o momento em que a Calango venceu após cinco derrotas consecutivas e também a prova mais difícil: “Outra vitória que me marcou foi quando vencemos a noite de hotel. Essa ganhamos depois de muitas derrotas e precisávamos muito. A prova mais difícil foi o último duelo de Calangos e Carcarás, valendo as imunidades. Foi dura, as caixas eram muito pesadas. Ali foi um momento em que eu cheguei na minha falha física”.

A cobertura completa de No Limite você confere no Observatório da TV e em nosso canal no Youtube

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio