Amin de O Clone, Thiago Oliveira diz receber mensagens do exterior por causa da trama

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conhecido por ter vivido o Amin em O Clone (2001), trama das 21h de Gloria Perez que será reprisada pelo Viva, Thiago Oliveira, hoje com 31 anos, está há oito anos afastado das novelas, mas segue envolvido na carreira artística.

O famoso fundou sua própria produtora em 2015 e está em fase de finalização do primeiro longa, Se a Vida Começasse Agora, que é estrelado por Caio Castro e Luiza Valdetaro. “O projeto foi iniciado por outra produtora e teria o ‘Rock in Rio’ como pano de fundo, mas acabou paralisado”, revelou o astro à Patrícia Kogut.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Assumimos, então, um filme que seria descartado, mas ainda não chegamos a uma definição sobre o uso da marca do festival. Eles querem assistir ao corte final antes de dar a autorização. No fim das contas, acabei refilmando cerca de 80% das cenas. A previsão é que seja lançado no ano que vem”, explicou o ator.

O último trabalho de Oliveira na ficção foi em Araguaia (2011). “Já tenho outro longa para dirigir no ano que vem e alguns projetos à vista, então, assumir o compromisso de fazer uma novela seria muito complicado. Mas é algo que eu também adoro”, afirmou.

O artista falou que O Clone e Chiquititas foram os trabalhos mais emblemáticos da sua carreira. “O Clone fez sucesso e já foi reprisada em vários lugares. Por isso, recebo constantemente mensagens de países como Rússia, Ucrânia e Romênia. Eu tenho que entrar no tradutor para responder. É muito engraçado”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio