Altas Horas presta linda homenagem a Zé do Caixão

Publicado há 8 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Altas Horas exibido na madrugada deste sábado (1), Serginho Groisman homenageou José Mojica Marins, conhecido mundialmente como Zé do Caixão. O artista morreu aos 83 anos, em São Paulo (SP), em decorrência de uma broncopneumonia.

Cineasta, ator, roteirista de cinema e televisão, Mojica Marins era considerado o maior cineasta brasileiro de todos os tempos e “pai” do terror nacional, tendo sua obra grande importância mundial para o gênero, influenciando várias gerações.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Considerado um dos inspiradores do movimento marginal no Brasil, Mojica desenvolveu um estilo próprio de filmar que, inicialmente era desprezado pela crítica nacional, passando, assim, a ser reverenciado após seus filmes começarem a ser considerados cult no circuito internacional.

Como ator ele esteve em longas como Padre Pedro e a Revolta das Crianças (1984), O Profeta da Fome (1970), O Segredo da Múmia (1982) e O Gato de Botas Extraterrestre (1990). Como diretor, ele consagrou obras do gênero com À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1963), Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1966), O Estranho Mundo de Zé do Caixão (1967),O Despertar da Besta (1969), A Virgem e o Machão (1974), Como Consolar Viúvas (1976), entre outros.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais