Alexandre Garcia explica polêmica com Rafael Colombo na CNN: “Não tinha mais tempo”

O comentarista afirmou que se confundiu e que adora responder perguntas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O nome de Alexandre Garcia se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nesta quinta (6). O comentarista da CNN Brasil se desentendeu com o jornalista Rafael Colombo durante o quadro CNN Liberdade de Opinião, dentro do telejornal CNN Novo Dia, e ameaçou até deixar a emissora.

Após defender o presidente Jair Bolsonaro, ele foi confrontado pelo âncora, mas ficou em silêncio e afirmou que não estava no programa para ser entrevistado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Criticado por uns e venerado por outros, o comentarista minimizou a polêmica e explicou que não respondeu a pergunta de Colombo porque foi avisado que estava sem tempo.

“Aconteceu que a editora me avisou no ouvido que eu não tinha mais tempo, que tinha se esgotado e eu tinha que devolver. Que eu tinha só um minuto. Só isso”, contou em entrevista a Maurício Stycer, do UOL.

Segundo Garcia, ele ficou perdido com os avisos da produtora e explicou porque disse a frase “não sei se eu volto“. O comentarista revelou que não sabia se retornava a falar no quadro. “Ou eu continuo falando, e não tenho mais tempo, ou eu respondo. O que que eu faço? Aí eu não fiz nada”, relatou.

Garcia afirmou que gosta de responder perguntas e que permanece na CNN. “A menina foi orientada a não me interromper mais. Todos os dias, ela fica lá ‘acabou o tempo’, ‘acabou o tempo’. Ninguém aguenta”, pontuou. Consultada, a emissora confirmou que o comentarista continua no quadro normalmente.

Relembre a polêmica

Conforme publicamos, Alexandre Garcia defendeu Bolsonaro durante um link com o jornalista Rafael Colombo, no programa CNN Novo Dia. Ele apoiou a fala do chefe do Executivo sobre baixar um decreto proibindo medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos para limitar a circulação de pessoas e, consequentemente, frear a propagação do coronavírus.

O comentarista citou um artigo da Constituição e afirmou que “estamos ameaçados de que alguém nos faça cumprir a Constituição. Isso resume tudo. Esse é o verdadeiro, como ele chamou, ‘pleonasmo abusivo’, um decreto a fazer cumprir a Constituição“.

Entretanto, ele não contava que Colombo citasse o mesmo artigo para confrontá-lo. “Mas na Constituição tem o direito à vida também, não é, Alexandre? Os governadores e prefeitos não estão tentando garantir o direito à vida?“, questionou.

Nessa hora, porém, Alexandre ficou em silêncio por mais de dez segundos, a ponto de Colombo acreditar que sua conexão tinha caído. Todavia, ele voltou dizendo que “não estava no programa para ser entrevistado” e relatou “não sei se a gente volta“, assustando muitas pessoas que acreditaram em sua saída da CNN.

Assista ao vídeo na íntegra:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio