Alcoolismo, troca de bebês, mãe megera: os temas polêmicos de Por Amor

Publicado há um ano
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cartaz do Vale a Pena Ver de Novo desde 29 de abril, a novela Por Amor abordou diversos temas polêmicos, espinhosos. Além do maior merchandising social da história, o alcoolismo tratado através de Orestes (Paulo José), os personagens da obra de Manoel Carlos se envolveram em diversas situações que suscitaram reflexões e choques do público. Vamos relembrá-las.

A troca dos bebês

A troca dos bebês por Helena (Regina Duarte): talvez o maior dos temas polêmicos de Por Amor.

Com toda a certeza, o ponto alto da narrativa de Por Amor é a troca dos bebês de Helena (Regina Duarte) e Eduarda (Gabriela Duarte). Casadas e grávidas na mesma época, as duas vão dar à luz juntas no mesmo hospital, sob os cuidados dos médicos amigos Moretti (Castro Gonzaga) e César (Marcelo Serrado). Eduarda tem problemas no parto e seu filho nasce morto. Além disso, as complicações levaram a intervenções cirúrgicas que a impossibilitaram de engravidar novamente. Já Helena, apesar de madura, não teve maiores problemas e seu filho nasceu forte e saudável. Ela obriga César a trocar seu filho pelo de Eduarda, fato que rege a trama dali por diante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A mãe cuja preferência por um dos filhos passa dos limites: outro dos temas polêmicos de Por Amor

Branca (Susana Vieira) e Atílio (Antônio Fagundes) em Por Amor (Reprodução/TV Globo).

Desde o primeiro capítulo Branca Letícia (Susana Vieira) deixa bastante claro que, dos três que tivera, seu filho preferido é e sempre foi Marcelo (Fábio Assunção), o mais velho. Aliás, ela acredita ser ele filho do grande amor de sua vida, o arquiteto Atílio (Antonio Fagundes), que conhece Helena durante uma viagem a Veneza e se casa com ela. Os outros dois filhos, Milena (Carolina Ferraz) e Leonardo (Murilo Benício), Branca tolera. Especialmente o caçula é alvo dos mais cruéis e desagradáveis comentários da mãe, que parece tê-lo concebido a contragosto. Ademais, mal sabe ela que Léo sim é filho de Atílio, e não Marcelo… Já Milena, sempre em conflito com Branca em virtude de suas visões de mundo bastante diferentes entre si, conhece os piores momentos da vida ao ver seu namorado Nando (Eduardo Moscovis) ir parar na cadeia após uma armação da sogra megera.

O amor tão grande que é patológico: a obsessão travestida de atitudes tomadas por amor

Vivianne Pasmanter e Fábio Assunção em Por Amor (Reprodução/TV Globo)

Laura (Vivianne Pasmanter) foi namorada de Marcelo por dois anos. Entretanto, ele terminou o relacionamento ao conhecer Eduarda, por quem se apaixonou e com quem se casa no início da novela. Embora seja aconselhada por todos que a rodeiam a virar a página e seguir em frente, quem sabe até dando uma chance para Léo, posto que não é segredo para ninguém o sentimento do rapaz por ela, Laura não desencarna de Marcelo. A saber, ela consegue inclusive engravidar dele. Para desgosto de Eduarda, que a essa altura não sabe ainda ser na verdade irmã do menino que cria como filho, mas está ciente de não poder mais conceber.

O homem maduro que se assume bissexual e sai do lar

Rafael Fontes (Odilon Wagner) em Por Amor (Reprodução/TV Globo).

Sem dúvida, Rafael (Odilon Wagner) é um marido de sonho para muitas mulheres. Charmoso, bonito, bem-sucedido e de boa situação financeira, ele é a razão de viver da esposa Virgínia (Ângela Vieira), irmã de Helena. No entanto, ao longo da novela Rafael começa a assumir um comportamento estranho, guardando segredo de suas atividades e coisas assim. Até que a verdade cai como uma bomba sobre a família. Ele decide assumir não apenas sua condição de bissexual como também um novo relacionamento, com Alex (Beto Nasci). E se separa de Virgínia. Com efeito, ainda mais para a época da exibição original da novela (fim dos anos 1990), bissexualismo era um dos temas polêmicos de Por Amor. Mesmo hoje o tratamento do assunto se mantém potencialmente espinhoso, caso seja feito de forma inadequada.

O racismo de um homem contra a mulher e o filho: um dos temas polêmicos de Por Amor

Márcia (Maria Ceiça) e Wilson (Paulo César Grande) em Por Amor (Arley Alves/Divulgação/TV Globo)

Wilson (Paulo César Grande) vive com Márcia (Maria Ceiça) na
vila onde Helena e Flávia (Maria Zilda Bethlem) possuem um ateliê de decoração.
Ele cuida de um restaurante e a mulher é artista plástica. Bonita, sensual,
jovem, agradável com todos, Márcia é uma mulher que qualquer homem gostaria de
ter para si como companheira. Wilson tem, e desfruta desse seu privilégio. Ela
é negra. Descendente de holandeses, ele manifesta seu preconceito de cor quando
Márcia engravida. Para Wilson, a coisa muda de figura quando ele não é mais
apenas casado com uma negra, mas tem um filho com ela. Ao final da novela,
Manoel Carlos deixou o casal junto e eles oficializaram a união. Isso depois de
todo um processo de esclarecimento de Wilson pela própria Márcia e pelos amigos
próximos, a saber.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais