Afiliada da Record TV em Alagoas segue com demissões e dispensa mais cinco profissionais

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conforme noticiado em primeira mão pelo Observatório da Televisão nesta segunda-feira (5), a TV Pajuçara, afilada da Record TV em Alagoas, demitiu nove profissionais. Nesta terça-feira (6), o número aumentou. Mais cinco profissionais foram dispensados. Com isso, em 24 horas, a emissora demitiu 14 jornalistas e repórteres cinematográficos.

O que chama a atenção é que todos os dispensados participaram da greve dos Jornalistas, que ocorreu entre junho e julho no Estado, e lutou contra a redução salarial de 40% e perda de outros benefícios por parte dos trabalhadores da Comunicação no Estado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quase todos os profissionais estão ligados à apresentação ou reportagem, como é o caso de Lucas Malafaia, que começou a trabalhar na casa em 2005, quando ainda era estagiário. Nathália Lopes, que era repórter e depois da greve foi rebaixada para produção, também foi desligada hoje da emissora.

A produtora Gésia Malheiros, uma das mais antigas, com mais de 23 anos dedicados à emissora, também saiu. O repórter e radialista Alberto Lima, dos programas policiais da emissora alagoana, e o cinegrafista Janilton da Silva, também foram desligados.

Nesta segunda, já foram dispensados nomes como o apresentador Gernand Lopes, âncora do programa policial Fique Alerta e principal atração da emissora. Os jornalistas Alberto Fonseca e Juliana dos Anjos, apresentadores do telejornal Pajuçara Noite, também foram dispensados. O programa foi cancelado.

Também foram dispensados o âncora Oscar de Melo, apresentador do Cidade Alerta Alagoas; os repórteres Rafael Alves e Henrique Pereira; os cinegrafistas Milton Cavalcante e Deoclécio Passos; além da editora Esther Carvalho, que atuava no Pajuçara Noite

Demitidos de afiliada da Record TV participaram de greve em Alagoas

Todos os 14 dispensados haviam participado da greve dos jornalistas contra a redução de 40% do piso salarial e a perda de outros benefícios, que ocorreu entre os meses de junho e julho. Além da Pajuçara, a TV Gazeta, afiliada da Globo, promoveu demissão de grevistas, mas foi obrigada na Justiça a reintegrar os dispensados.

Nesta noite de terça-feira (6), preocupado com as demissões ocorridas na TV Pajuçara/Record TV, o Sindicato dos Jornalistas do Alagoas (Sindjornal) convocou uma reunião de emergência. Algumas medidas deverão ser adotadas pela entidade de classe.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais