Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
ÍCONE

Acompanhando Paraíso Tropical, Tony Ramos fala de cena marcante com Fábio Assunção: “Revi e me emocionei”

Curiosamente, o veterano não é adepto de conferir trabalhos antigos

Publicado em 22/10/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Paraíso Tropical, novela de 2007, está sendo reexibida no canal Viva, da Globosat. A trama de Gilberto Braga marca a parceria brilhante do autor com Tony Ramos, a segunda delas – em 1988, os dois trabalharam juntos na minissérie O Primo Basílio.

Em live realizada pelo site Mais Novela, Ramos, que interpretou Antenor, o protagonista do folhetim, revelou que, curiosamente tem acompanhado Paraíso Tropical atualmente, uma vez que revisitar antigos trabalhos é algo raro. Ao assistir um dos capítulos, o ator se deparou com uma sequência marcante.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Então, quando vejo uma cena com o Fábio Assunção, onde meu personagem desabafa sobre o fim de seu relacionamento, vejo uma magia, uma cena sem corte e foi uma grande delícia. Naquele momento que revi a cena eu me emocionei, parecia que eu estava sozinho. As sensações são diversas“, refletiu o ícone da teledramaturgia.

Tony Ramos relembrou ainda como foi o processo para criar a atmosfera dúbia que envolvia Antenor. “Quando eu estava preparando o personagem com o Gilberto Braga, eu contei para ele o que eu via no texto, como por exemplo o Antenor dava uma bronca, eu via como ironia”, recorda o ator.

Ele avalia o personagem como um homem ‘problemático’. “Tem uma cena muito engraçada, quando chega um novo chefe de cozinha e o Antenor dá um corte em cima do outro. O Antenor é um homem muito pragmático, é um homem que sofria muito com o pai dele e então, depois ele se redime com o pai. Então, ele tinha toda essa controvérsia, e ele também era um homem machista, né? Traia a mulher dele, assim, de uma forma nojenta“, declarou Tony Ramos.

Para o artista, Paraíso Tropical deixou boas recordações. “Cada momento das sequências de traição era discutidas em ensaios e a Renée de Vielmond trazia tanta humanidade, tanta dor, tanto sofrimento mas com inteligência. E a direção do Dennis Carvalho é uma direção primorosa. Grandes atores em cena também como Wagner Moura, Fábio Assunção. Quando havia reunião, era uma delícia estar ali com todo mundo. Não havia nada que atrapalhasse, houve momentos de várias alegrias. Paraíso Tropical é uma delícia, estou adorando relembrar”, declarou. 

Mais informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Paraíso Tropical.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....