“A série apresenta a realidade do trabalho dos médicos de um hospital do subúrbio carioca”, diz diretor de Sob Pressão

Publicado em 05/07/2017

Em ‘Sob Pressão’, médicos de um hospital público carioca fazem o impossível todos os dias. Entre um paciente e outro, eles tentam superar os obstáculos de um ambiente caótico e improvisam com o que podem para salvar vidas. A série médica genuinamente brasileira, com estreia prevista para o dia 25, narra o dia a dia da equipe de emergência de um hospital e os dramas pessoais daqueles que chegam em busca de ajuda. Para apresentar a série à imprensa, elenco e equipe de ‘Sob Pressão’ se reuniram nesta terça-feira, dia 4, em um cinema da zona sul do Rio de Janeiro.

Logo na entrada, uma exposição com fotos registradas ao longo das gravações da série ambientou o local e traduziu aos convidados o clima que permeia ‘Sob Pressão’. “A série apresenta a realidade do trabalho dos médicos de um hospital do subúrbio carioca, mas também a vida pessoal desses profissionais. É um recorte do que acontece nas emergências do Rio de Janeiro”, explicou Andrucha Waddington, que assina a direção geral neste que é o seu primeiro trabalho na TV aberta. “Estou adorando juntar cinema e televisão. Independentemente da plataforma, o que interessa é o conteúdo. Está sendo um prazer, um trabalho maravilhoso”, completou.

Conheça Sob Pressão, nova série médica da Globo genuinamente brasileira

Já dentro da sala de exibição, o autor Jorge Furtado corroborou o diretor: “É uma honra ter feito essa série, que não foi uma ideia só minha, mas conjunta. Este é um trabalho coletivo”, disse Furtado. Quando as luzes se apagaram, os convidados assistiram a um teaser de “Médicos Sob Pressão”, nova edição do REP: Repercutindo Ideias, plataforma criada pela área de Responsabilidade Social da Globo para ouvir a contribuição das pessoas sobre temas de interesse social. Em seguida, todos assistiram ao primeiro episódio da série.

Durante a exibição, os convidados puderam vibrar com as cenas. Marjorie Estiano, intérprete da cirurgiã Carolina, reforçou a expectativa sobre o alcance do trabalho: “É sempre importante mobilizar e transformar. A gente sabe que a falta de recursos nos hospitais existe, mas a série aprofunda isso. Queremos apontar essas questões através do entretenimento”, disse. Par romântico da atriz na ficção, na pele do cético Dr. Evandro, Julio Andrade pontuou a pertinência da temática que move ‘Sob Pressão’: “Esse médicos são como heróis, eles se viram com o que têm. O Evandro é um pouco o MacGyver da Medicina.”.

Além de Evandro e Carolina, a equipe médica que protagoniza a trama é formada pelos personagens Samuel (Stepan Necerssian), o diretor do hospital; Décio (Bruno Garcia), o clínico geral; Rafael (Tatsu Carvalho), o neurocirurgião; Amir (Orã Figueiredo), o anestesista; Charles (Pablo Sanábio), o residente; Jaqueline (Heloisa Jorge), enfermeira e Kelly (Talita Castro), técnica de enfermagem.

Com direção geral de Andrucha Waddington e direção de Mini Kerti, a série ‘Sob Pressão’ é fruto do longa-metragem de Andrucha Waddington de mesmo nome, e é uma coprodução da Globo com a Conspiração, criada por Luiz Noronha, Claudio Torres e Renato Fagundes a partir de uma ideia original de Mini Kerti, livremente inspirada no livro “Sob Pressão – A rotina de guerra de um médico brasileiro”, escrito por Marcio Maranhão. ‘Sob Pressão’ é uma série de Jorge Furtado, que escreve os episódios com Lucas Paraizo, Antonio Prata e Márcio Alemão, e conta com a consultoria médica de Marcio Maranhão. A série terá os episódios disponíveis em digital first, permitindo que os assinantes do Globo Play possam acompanhar os episódios uma semana antes de ir ao ar na TV.