A série Antônia estreava há 11 anos

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 17 de novembro de 2006, entrava no ar nas noites de sexta-feira da Globo a série Antônia. Produção da 02, a série era baseada no longa-metragem de mesmo nome, dirigido por Tata Amaral, e trazia para a tela da TV a periferia de São Paulo, por meio das protagonistas vividas por Cindy Mendes, Quelynah, Leilah Moreno e Negra Li.

A série continuava a história do filme, mas, curiosamente, o filme foi lançado nos cinemas depois. Na trama, Preta (Negra Li), Barbarah (Leilah Moreno), Mayah (Quelynah) e Lena (Cindy Mendes) são quatro mulheres pobres que vivem em Vila Brasilândia, em São Paulo, e que formam o grupo de rap Antônia. Quando a série começa, o grupo já não mais existe, mas as quatro amigas batalham para trazê-lo de volta e realizar o sonho de viver de música. Enquanto isso não acontece, elas seguem enfrentando as dificuldades de suas vidas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E que não são poucas. Barbarah acaba de deixar o presídio e tem dificuldades em se recolocar. Ela reencontra suas amigas da música, que vivem suas dificuldades cotidianas para alcançar seus objetivos. Além ensaiar e compor, trabalham para pôr dinheiro em casa, cuidam dos filhos sozinhas e convivem com a violência, incluindo aí homens que abandonam, abusam, exploram e as cerceiam.

Antônia marcou a programação da Globo pois estreou em um momento em que o canal abria mais espaço para a ficção na periferia, mostrando a realidade de muitos brasileiros. A série veio no embalo de Cidade dos Homens, que fazia muito sucesso. E, ainda, trouxe em cena protagonistas mulheres negras, algo até então raro na dramaturgia do canal.

Além disso, suas protagonistas também eram da área da música, algumas delas com carreira consolidada, como Negra Li, e outras menos conhecidas, como Cindy Mendes. Assim, as personalidades das personagens se misturavam às de suas intérpretes, o que imprimiu mais verdade à Antônia.

E o grupo de rap formado pelas quatro meninas, Antônia, fez sucesso também fora da TV e do cinema. As músicas cantadas pelas garotas na série e no filme ganharam as ruas, constando na trilha sonora do longa-metragem, que chegou a ser disco de ouro.

Mesmo sendo exibida na complicada noite de sexta-feira, Antônia registrou bons índices de audiência e arrancou elogios do público e da crítica. O sucesso credenciou a série a ganhar uma segunda temporada, exibida no segundo semestre de 2007. Antes disso, no primeiro semestre, o longa-metragem que deu origem à série foi finalmente lançado nos cinemas.

Ao todo, a série teve duas temporadas, com cinco episódios cada uma. Seus dez episódios, posteriormente, foram lançados em DVD.

Leia também:

O antológico Viva a Noite estreava há 35 anos

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais