“A Praça voltou ao ar por causa da Globo”, conta Carlos Alberto de Nóbrega no Altas Horas

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carlos Alberto de Nóbrega foi um dos convidados do programa Altas Horas deste sábado (06). No palco, Serginho Groisman relembrou sua participação em A Praça É Nossa, no SBT, e falou sobre a longevidade do humorístico que ainda é um grande sucesso de audiência.

“Comigo o programa tem 32 anos. Com meu pai, começou em 1956… um bocado de tempo. Eu tinha 20 anos, e começou na TV Paulista que hoje é a Globo. A Praça voltou ao ar por causa da Globo”, revelou Nóbrega, que explicou em seguida que assumiu o comando da atração por acaso, após a morte do pai, Manuel de Nóbrega.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quando fez um ano da morte do meu pai, eu trabalhava na Globo, fazia Os Trapalhões, e pedi ao Boni se podia fazer alguma homenagem para ele. Uma missa, ou colocar no Jornal Nacional. E o Boni disse ‘Não. O Nóbrega era uma pessoa muito alegre. Você é muito amigo do Chico Anysio, fala com ele para ele te dar um bloco do Chico City para você fazer A Praça’”, iniciou.

A Praça foi exibida na Globo

“Fui na casa do Chico e o diretor dele era o [Carlos] Manga,
que é meu mestre. O que sei de direção aprendi com ele. O Chico disse ‘Vamos
fazer o programa inteiro. Fizemos o programa inteiro de A Praça, e quando fui
gravar Os Trapalhões, tinha um recado
para eu ir falar com o Boni. Fui lá e ele disse ‘Doutor Roberto [Marinho]
gostou e pediu para voltarmos com A Praça.
E aí a Praça voltou com o Miele, ficou 1 ano e meio na Globo, então sou muito
grato à Globo”, disse ele recebendo os aplausos da plateia.  

Com nome de A Praça da Alegria, a atração ficou na Globo de
1977 a 1978. O programa também foi exibido na Band com o nome de Praça Brasil,
já sob o comando de Carlos Alberto. Sua estreia no SBT aconteceu em maio de 1987.
Fenômeno do humor, o programa lançou em 2015 uma versão teatral chamada Proibidão da Praça, com piadas consideradas
impróprias para a televisão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio