A pedido da mãe, Fantástico inclui música preferida de Rodrigo Rodrigues em reportagem emocionante

O jornalista morreu aos 45 anos, de uma trombose no cérebro agravada pelo Covid-19

Publicado há 4 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A morte precoce do Rodrigo [Rodrigues] mostrou que o Covid-19 não é só uma doença dos pulmões“: assim Tadeu Schmidt chamou uma reportagem impactante com homenagem ao jornalista Rodrigo Rodrigues, no Fantástico deste domingo (2). Ao fundo, Let It Be, uma canção bem popular da banda inglesa The Beatles foi incluída, um pedido da mãe dele, dona Sônia.

O jornalista e apresentador morreu na terça (38), aos 45 anos, vítima de uma trombose no cérebro, agravado após ele contrair o coronavírus. A atração ainda mostrou como tudo aconteceu para Rodrigo. Das consequências iniciais a falência do cérebro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Da família, as primas do apresentador foram entrevistadas, Janaína Oliveira do Amaral e Priscila Oliveira do Amaral, que e relataram momentos marcantes ao lado dele, diretamente de seu quarto, quando Rodrigo ainda era criança.

Suas vontades, seus sonhos, parte de sua trajetória e a despedida. Com imagens ilustrativas da carreira, a reportagem teve Nathália Butti na produção, edição de Thiago Guimarães e Guga Pacheco,

Para o Rodrigo e para quase 95 MIL brasileiros que já morreram de Covid-19, essas inovações da ciência que vão salvar vidas, infelizmente não chegaram a tempo, mas as memorias ficam, por que cada um que morre não é um número, é uma pessoa com muitas histórias. Como os da boa praça Rodrigo“, disse um trecho da emocionante reportagem, ao som de Let It Be.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio