A Força do Querer: Ritinha sobe no telhado para não apanhar da mãe

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sempre que Ritinha (Ísis Valverde) vai a Portugal Pequeno visitar a mãe, apronta alguma. E agora o bairro de Niterói vai esquentar com as proezas da sereia em A Força do Querer.

Tudo começa quando Edinalva (Zezé Polessa) fica preocupada com um sinal que Ruyzinho tem na perna. “Achei que esse sinal dele fosse desaparecer logo. Era bom tirar isso não, Ritinha?”. A sereia discorda e diz que ‘se o menino veio desse jeito é pra ficar desse jeito’.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não demora muito para surgir um assunto na venda de Nazaré (Luci Pereira) que dá uma confusão danada. Nazaré segura Ruyzinho quando Abel diz que na família dele todo mundo tem uma marca de nascença. “Desde a hora que Zeca nasceu, que eu vi a marca da nossa família ali na perna dele, eu sabia que Zeca ia valer por uma mesa cheia de menino”. Edinalva logo quer saber: “Que marca é essa?”.

Com clímax de duas importantes tramas paralelas, A Força do Querer tem semana eletrizante

Nazaré diz que na família tudo que é menino nasce com aquele sinalzinho. Na mesma hora Edinalva avança em Ritinha, que sai correndo pelas ruas. “Vem cá sua peste”, grita a mãe. A sereia, que não é boba nem nada, se esconde em uma loja e liga do celular para Marilda (Dandara Mariana) pedindo para ela levar o filho ao encontro dela.

Só que Edinalva não vai desistir de dar uma surra na filha, ela vai atrás com um cipó na mão e pega Ritinha no pulo. Para fugir da mãe, a sereia sobe em um telhado para o espanto da vizinhança. Jeiza aparece e se espanta com a cena. “Vai ficar aí, morando no telhado?”, grita para a ex-rival, que logo avisa: “Só desço se o Ruy vier me apanhar”.

E Marilda liga para o empresário para socorrer a mulher. Espantado, Ruy vai até Niterói resgatar a amada do telhado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais