A Dona do Pedaço: Saiba como será a trajetória de Maria da Paz em São Paulo

Publicado há um ano
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para fugir dos Matheus, Maria (Juliana Paes) se muda sozinha para São Paulo em A Dona do Pedaço. Mas não para de pensar em seu grande amor Amadeu (Marcos Palmeira) e na separação violenta provocada pelo ódio entre as duas famílias. No bairro do Bixiga, é recebida pela prima do padre, Marlene (Suely Franco). Com uma vida simples, a professora aposentada promete ajudá-la a conseguir um trabalho.

Ao mesmo tempo em que Maria chega ao Bixiga, uma família de moradores de rua invade um imóvel vizinho que estava desocupado. Cornélia (Betty Faria), a matriarca, Chico (Tonico Pereira), seu marido, o filho Eusébio (Marco Nanini), a nora Dorotéia (Rosi Campos) e os netos Rock (Allexandre Colman/Caio Castro).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ainda Zé Hélio (Flávio Bisneto/ Bruno Bevan), Rarisson (Theo Almeida/ Glamour Garcia) e Sabrina (Alice Jardim/Carol Garcia), sobrinha de Dorotéia, que foi criada como filha dela, após serem despejados de um edifício, encontram a casa fechada e decidem se instalar por lá.

O grupo, um tanto grande, folgado e engraçado, logo se aproxima de Maria e Marlene. Doroteia se torna uma grande amiga de Maria. Para conseguir um emprego para a herdeira dos Ramirez, Marlene conta com o apoio de Linda (Rosamaria Murtinho), colega de profissão, para apresentar a jovem à família de Gladys (Nathalia Timberg).

É neste momento que Maria conhece o filho dela, Régis (Reynaldo Gianecchini), um playboy de uma família tradicional, mas falida. Ela o reconhece das revistas de celebridades, mas não sabe que é Agno (Malvino Salvador), marido de Lyris (Deborah Evelyn), genro de Gladys, que sustenta os luxos do cunhado com o lucro da construtora de imóveis Habitex, da qual é sócio com Otávio (José de Abreu).  

Grávida

Empolgada com a oportunidade de começar a trabalhar e recomeçar a vida na cidade grande, Maria passa mal e, após realizar exames, descobre que está grávida de Amadeu (Marcos Palmeira). A notícia, apesar de deixá-la assustada, traz uma motivação maior para viver e buscar forças para superar os novos obstáculos.

O fruto do seu grande amor cresce em seu ventre. Por isso, acaba não sendo contratada como empregada na casa de Gladys (Nathalia Timberg), que, ainda assim, junto da filha Lyris (Deborah Evelyn), lhe dá uma boa quantia em dinheiro para ajudá-la a criar o bebê. 

Cientes de todo o potencial culinário de Maria, Marlene (Suely Franco), Dorotéia (Rosi Campos) e Eusébio (Marco Nanini) a incentivam a vender o maravilhoso bolo que a moça faz, sem maiores pretensões, pelas ruas de São Paulo para sustentar sua cria. Antero (Ary Fontoura), advogado e vizinho de Marlene, também é fundamental para fazer a iniciativa dar certo. Ele é quem empresta o carro para que Maria tenha agilidade nas vendas pela cidade. 

É neste mesmo período que Maria (Juliana Paes) leva outro duro golpe. A notícia do sumiço das sobrinhas Fabiana (Maria Clara Baldon/Nathalia Dill) e Virgínia (Duda Batista/ Paolla Oliveira) a faz pensar em voltar para o Espírito Santo. Mas Marlene a convence de ficar e trabalhar. Maria aceita, mas promete para si mesma que vai encontrar as meninas assim que estiver financeiramente estabelecida. 

O parto prematuro

O árduo trabalho da boleira não tarda a prosperar, assim como sua gravidez não para de evoluir. Com seis meses de gestação, ela não aguenta o tranco provocado pela notícia da “morte” de Amadeu (Marcos Palmeira), transmitida sem cerimônia por sua mãe. Maria sofre com um parto prematuro e nem imagina que Nilda (Jussara Freire) e Evelina (Nívea Maria) combinaram de mentir para os próprios filhos numa tentativa de salvá-los e de interromper o ciclo de ódio e matanças em torno de Matheus e Ramirez. 

O nascimento antecipado de Josiane (Agatha Moreira) não abate Maria, que passa a usar seu dom como combustível para superar todo o sofrimento. Enquanto a filha segue internada na incubadora, ela consegue abrir, com a ajuda de Antero (Ary Fontoura) e Marlene (Suely Franco), sua primeira loja em uma garagem depois de vender muito bolo nas ruas da cidade. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais