Publicidade

Em meio ao caos da Covid-19, Record TV anuncia a reprise de Apocalipse

Trama foi a escolhida para substituir Amor Sem Igual

Apocalipse vira sucesso nos Estados Unidos através da Univisión (Reprodução: Record TV)
Publicidade

Em meio ao surto mundial da Covid-19 e os imbróglios governamentais que assolam o Brasil, a reprise da novela Apocalipse (2017), que até então circulava entre a diretoria da Record TV como a favorita para assumir um horário na grade, se confirmou. Como anunciado com exclusividade pelo Observatório da TV, a trama de Vivian de Oliveira, autora do fenômeno Os Dez Mandamentos, preencherá a pausa de Amor Sem Igual.

Recheada de citações bíblicas, elenco numeroso e fortes críticas religiosas e sociais, Apocalipse fechou sua média geral com 8 pontos, a pior de uma telenovela bíblica da Record TV. A história teve Sérgio Marone como protagonista e contou com Igor Rickli, Juliana Knust, Paloma Bernardi, Sidney Sampaio, Samara Felippo e Fernando Pavão nos papéis do núcleo central.

Sucesso no exterior

Nos Estados Unidos, através da UniMás, emissora de entretenimento da Univision Communications com programação voltada ao público espanhol, Apocalipse estreou um ano após sua transmissão original aqui no Brasil e na liderança absoluta, substituindo Jesus, outro sucesso internacional da Record TV. O sucesso foi tanto que um segundo horário foi destinado à trama. Com efeito, bem ao contrário do verificado no Brasil.

Continua depois da publicidade

Em sua primeira semana, a saga do fim dos tempos impactou quase 700 mil espectadores norte-americanos, tornando-se o programa mais visto do canal hispânico UniMás naquele período. Por lá, a história vai ao ar dublada em espanhol, sob o título traduzido de Apocalipsis.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade