Publicidade

CNN Brasil volta a usar vinheta de Breaking News

Desde o fim de semana, canal não usava o corte para notícias urgentes

Logotipo do Breaking News da CNN Brasil
Publicidade

A CNN Brasil voltou a usar a tradicional vinheta de Breaking News, nesta quinta-feira (26). Até as 19h30, o canal já havia exibido-a duas vezes na programação. A primeira vez foi entre a  manhã e a tarde, durante o Live CNN Brasil, com Mari Palma e Phelipe Siani. Os âncoras anunciaram que tinha uma notícia urgente para dar e, então, a arte entrou.

Na ocasião, a CNN informou sobre os Estados Unidos oferecerem uma recompensa para quem der informações que levem à prisão do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Washington diz que o mandatário sul-americano está envolvido com o narcotráfico em solo americano, segundo o canal.

Mais tarde, a CNN rodou a vinheta para um Breaking News, no início da noite, no Expresso CNN. A notícia foi a autorização que Eduardo Cunha recebeu para deixar a prisão e ir para o regime domiciliar, em virtude do surto do novo coronavírus. O jornal da Monalisa Perrone e Carol Nogueira leu ao vivo o despacho da Justiça – um material exclusivo.

Continua depois da publicidade

Vale ressaltar que a CNN divulgou a informação cerca de cinco minutos antes da GloboNews, sua principal rival pela audiência.

A CNN explicou para seus seguidores que iria usar a vinheta, antes mesmo da estreia em 15 de março. Na primeira semana do canal, foi um bombardeio de Breaking News na programação. Mas, desde o plantão de sábado (21) e domingo (22), o Breaking News Coronavírus, o canal não havia mais exibido a vinheta.

Breaking news é a expressão americana para o acompanhamento, o destrincho de um fato enquanto ele ainda está acontecendo ou tendo desdobramento, gerando novos fatos. No Brasil, a CNN decidiu explicar ao público que usaria sempre que houver uma notícia urgente.

Veja como é a vinheta

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade